sábado, 2 de agosto de 2008

José Afonso



Parabéns, Zeca!

O Dr. José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos, que alguns de nós, para facilitar, tratamos apenas por “Zeca”, faz hoje 79 anos.
Um amigo e leitor (Jorge), teve a simpatia de mo lembrar por mail. Agradeço, evidentemente, mas no caso do Zeca não era necessário. Ele faz anos a 2 de Agosto, portanto hoje, um dia depois de mim.
Setenta e nove anos é já uma idade e tanto para qualquer pessoa. Para ele, não!
Fecho os olhos, que é agora a melhor maneira de o ver bem e não vejo um homem de quase 80 anos. Vejo o mesmo brilho nos olhos, o mesmo humor fino, a mesma criatividade incontrolável, a mesma disponibilidade, o mesmo amigo, o mesmo vento de liberdade, a mesma nascente de juventude.
Ouço a sua música e embora muito nela me traga memorias do meu (do nosso) passado, continua sem fatiga a falar de futuro.
O Zeca, para o melhor e para o pior, foi um dos principais construtores daquilo que sou.

Está vivo! Faz hoje 79 anos.

"Traz outro amigo também" - José Afonso
(José Afonso) 



26 comentários:

salvoconduto disse...

Sem dúvida, vento da liberdade, e é meu amigo, também!

poesianopopular disse...

Nós numca deixamos morrer os nossos mortos! Parabens para o "Zeca" e para ti que a partir de ontem passas-te a ser um quarentão!
Txim txim à nossa.

Fernando Samuel disse...

Está vivo, Amigo, maior que o pensamento...

Um abraço

Susete Evaristo disse...

Os meus parabens ainda que atrazados Samuel meu amigo cantigueiro.
Quanto ao Zeca o Zeca não tem idade é de sempre e assim será para todos os que o admiram.
Beijos

Maria disse...

... por esta estrados Amigo vem, vamos, todos nós...
Aqui ao lado vejo um Zeca inquieto...

Abreijos, pois claro!

Moacy Cirne disse...

Meu caro, o Cantigueiro está ligado no Balaio de hoje. Um abraço.

Sal disse...

PARABÉNS SAMUEL.
atrasados, é certo, mas eu não sabia... :(((

O Zeca é um amigo sempre presente. Parabéns também para ele.
Beijinhos para ti, e beijinhos à Vovó Maria.

Anónimo disse...

Por curiosidade aqui segue um link que contem uma das raras entrevistas dele para a tv....

http://www.youtube.com/watch?v=S2qE6rj8-4E

amigona avó e a neta princesa disse...

Parabéns a ti, parabéns ao Zeca, parabéns a nós por estarmos convosco!
Beijões à vóvó, muitas saudades e um milhão de
abreijos...

éme. disse...

Parabéns, Samuel, por ontem! :))
Por todos os dias!

Parabéns Sempre, ao Zeca!

(moro no prédio do Rui Pato, vou tocar-lhe à campainha, a ver se dizemos um "parabéns" refrescado, que lhe chegue num embalo novo, aqui a partir de Coimbra!)

zambujal disse...

Tem graça que eu até acho que o Zeca, pelo que diz aos novos, está mesmo a rejuvenescer.
E olha que tu também. Cuida-te.
Abraços para os dois.

Daniel de Sá disse...

Na década de 1960 ouvi na Emissora Nacional uma crítica à música que aparecera em Portugal no ano anterior. A referência final foi brevíssima, feita às baladas, e terminava assim: "As baladas não são música."
No entanto, o Zeca já cantava.

Justine disse...

Sentida e comovente homenagem a tua, Samuel! Parabéns a ele, parabéns a ti. E tens razão, é como se estivesse vivo.

Ana Camarra disse...

Parabéns Samuel...
Quanto ao Zeca é eterno e as as grandes almas nunca morrem, perduram nos nossos corações, Zeca perdura ainda mais, na música, nas portas que abriu na sua postura serena e discreta.
Fez parte de um conjunto de grandes músicos, mal amados por este país mas que deixam marca indelevel: Adriano e Carlos Paredes faziam parte desse grupo também
apesar de tudo Zeca não foi esquecido, hoje vemos outros musicos como Cristina Branco ou Jacinta reconstruir a música de Zeca, e é sempre, sempre, bom...
Um amigo maior que o pensamento!

Abreijo (já aprendi, vês!?)

SENSEI disse...

Sempre adorei o trabalho do Zéca, trovador de um povo, que ele cantava tão bem, trovas e cantigas que nos embalavam nos descansos da luta e nos davam ânimo para continuar.
Aquele soldadinho da menina dos olhos tristes, que quando eu procurava cantá-lo aos meus filhos, a voz se me embargava e os olhos ficavam rasos, os miudos ficavam a olhar e perguntavam se eu não gostava de canção, dizia-lhes então que gostava tanto que a não conseguia cantar, ainda hoje eles a sabem de cor e tocam-na no seu orgão, sabem que o seu pai não foi mais um soldadinho a não regressar do outro lado do mar, mas sabem mais, aos 16 anos de um e 18 de outro, sabem tudo, espero que nunca esqueçam e para sempre o ouçam, pois enquanto assim for o Zéca estará vivo.

DESAFIO:
FESTA DO AVANTE, SÁBADO DIA 06 DE SETEMBRO NO PAVILHÃO DO ALENTEJO PELAS 20:00H
JANTAR BLOGOSFÉRICO DOS DINOSSAUROS DO FUTURO.
EU ESTAREI, SEGURAMENTE QUE COM MUITOS MAIS E, MAIS SERÃO OS QUE A NÓS SE JUNTARÃO.

SENSEI disse...

Há!... Já me esquecia, então 40 a partir de 1 de Agosto, correcto?!... Se estou correcto, os meus parabéns!

Isabel Faria disse...

Parabéns, Samuel. Atrasados, pelo teu aniversário. Sempre a tempo para lembrar e cantar o Zeca.
E claro que com aquele brilho nos olhas, o Zeca nunca terá estes anos.Nem nós, enquanto o cantarmos.
Um abraço.

samuel disse...

Obrigado, Sensei, mas não, não está correcto. Não se deixe enganar pelo "comediante" do Poesianopopular com aquela gracinha do "quarentão".
Quando o Zeca me pôs (literalmente) a cantar em 1972, eu tinha 20 anos... portanto agora foram 56!

Abraço

SENSEI disse...

Mantenho os parabéns, então sempre é o Samuel que eu "conheço"!

Ouss

Kaotica disse...

Parabéns ao Zeca e parabéns também para ti, Samuel.

Um grande abraço!

poesianopopular disse...

...È companheiro "comediante " não será uma palavra, muito forte, brincadeira não chega a ser comédia,neste caso a palavra brincalhão,seria mais adquada, a não ser que a minha brincadeira, te tenha parecido uma "comédia"
A minha intensão foi apenas brincar com alguem por quem sinto amizade, a partir disto são tudo conjecturas.
abraço

Lúcia disse...

Vivó Zeca. Sempre presente, este amigo.

Beijos
E parabéns atrasados para ti.:)

samuel disse...

Poesianopopular

José Manangão, amigo...

Eu usei o termo "comediante" com um significado ainda mais leve do que tu dás ao "brincalhão", porque tenho da boa comédia e dos bons comediantes uma ideia bem mais divertida e ternurenta do que dos "brincalhões", que para mim estão muitas vezes associados a brincadeiras e partidas inconvenientes...
Estás a ver, como por vezes com uma só palavra que podemos interpretar de um modo diferente, se "instala a dúvida"?

Grande abraço, amigo... e brinca à vontade!

ferroadas disse...

Parabéns Samuel pelos 56 anos.

Parabéns ao Zeca (como sempre dediquei-lhe um post no ferroadas)

Abraço

lino disse...

O Zeca há-de estar sempre mais vivo do que os vampiros.

Anónimo disse...

O saudoso Zeca Afonso teria feito no passado dia 2 do mês de Agosto, 80 anos de idade. Na certeza, porém, ele continua vivo na memória de todos aqueles que tiveram o previlégio de com ele conviver e ouvir as suas canções de: «despertar consciências colectivas!» que, ainda hoje, mais do que nunca, estão na memória de todos nós. VIVA O ZECA! (BICHO CANTOR)! António Carvalho