quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

E esta?



08. os amigos.mp3

 Lembram-se?

17 comentários:

Maria disse...

"Os amigos são o nosso bolo de Natal"
Era disto que eu precisava agora....
Obrigada.........

amigona avó e a neta princesa disse...

Ai se me lembro!Tanto!!!

Luis Eme disse...

Pois lembro...

GR disse...

Mas alguém esquece “OS OPERÁRIOS DE NATAL”?
esta canção…esta letra…tanta saudade!

Grande prenda de natal que recebemos ao vir aqui.
Obrigada.

GR

Fernando Samuel disse...

Ó se lembro!

Sininho disse...

Lembro-me muito bem da música e da voz.
Para mim, o Natal é sobretudo a festa da família, onde, evidentemente, os amigos têm sempre um lugar privilegiado.
Refiro-me a sentimentos genuínos,
não incluindo aqui a hipocrisia que, infelizmente, envolve tantos laços familiares.

Aproveitando o pretexto, deixo aqui os meus votos de
BOAS FESTAS
E o meu abraço.

Mocho-Real disse...

Bom dia, encontrei-o no blogue de uma amiga, e não resisti a contactar o Samuel, cantor, da minha (nossa juventude, já que sou da colheita de 1952!)
Bela voz e bom-gosto!

Claro que o Gedeão foi uma figura incontornável, ainda que a maioria das pessoas jovens de > de 35 anos nem saiba quem foi... fruto da
(in)cultura que estes ministérios sinistros têm veiculado à população.

Este é um dos mais importantes discos para crianças que se fizeram em Portugal. Ary dos Santos, Joaquim Pessoa, Fernando Tordo, Paulo de Carvalho, Carlos Mendes,... E a voz da narradora, linda, da Maria Helena D'Eça Leal!

Importante o poema que o chama a atenção dos mais novos para valores como a fraternidade, a cooperação, a solidariedade.

Fiquei satisfeito por encontrá-lo deste modo tao inesperado.

Obrigado pelas cantigas e pela verticalidade.

Um abraço.
Jorge G. - www.lugaraosom.blogspot.com (talvez o mais interessante para si)

Mocho-Real disse...

Correcção:

"... pessoas de < de 35 anos, claro!"

BOAS FESTAS!

Jorge G.

Rosa dos Ventos disse...

Foi bom lembrar!
Os meus filhos cantavam-na com toda a alegria...

Um abraço natalício

zemanel disse...

Samuel,
Que grande supresa!
Este disco , o disco todo, tocava obrigatoriamente na noite de natal.
Estava a família toda junta, os avós, os tios e os primos, putos, sabíamos as canções do disco e cantávamos muito. O disco era do João- um primo mais velho.A mim calhava-me dizer aquela parte de "quem faz das tristezas forças e das forças alegrias, constrói à força do amor o Natal todos os dias"...
E eu a julgar que já não sabia dizer isto.
Fomos muitos os putos de Abril que ouvimos isto. Desculpa lá Samuel, mas vou ter que falar neste disco de tão boas memórias no meu Canhotices.
Que grande supresa...Uma grande prenda de natal!!!!

Anónimo disse...

Os meus votos de Natal vão para a união fraterna entre israelitas e palestinianos, acompanhei esta guerra desde criança pequena pela televisão, em todos os natais era sobressaltado por imagens de violência. A pior de todas porque única que nos põem em causa como ser viventes, e se manifesta em todas as esferas da vida...
Aos que por aqui passarem, votos de uns bons dias, e boas recordações de infância....
Ao cantigueiro, mais canções com diversos melodias, como sempre nos foi habituando... Fraternalmente

C. Lopes disse...

Ensinem-me a copiar para poder mandar a uns amigos.

samuel disse...

C.Lopes
Tudo pelos leitores!... (temo é que já seja tarde...)

Tente assim: por baixo do boneco que toca a viola, está o nome da cantiga. Clique no nome com o botão direito do rato, escolha "copiar o link" e pode depois "colar" o dito em mails e etc.
Acho o processo mais simples.
Boas audições!

Maçã de Junho disse...

Samuel:
nem tinha visto o teu post....

Mas esta delicia vale mesmo apena ter sempre presente!

beijinho grande
M

Lua dos Açores disse...

Oh se lembro...emprestei o disco às professoras da escola dos meus filhos que prepararam uma actuação bem gira na festa de Natal daquele ano.

Costumo citar muitas vezes que: "Cada amigo nosso vale mais que um Pai Natal". Foi um disco que me marcou muito e os meus filhos ouviram algumas vezes...

Beijos

Ana

Pedro Rui Pereira da Silva disse...

Grande surpresa...
Este vinil ainda mora na casa dos meus pais...
Boas recordações me traz..
Bom Natal

Anónimo disse...

Recordo perfeitamente.
Um disco LP muito interessante especialmente pelo seu conteúdo:com ternura, solidariedade, fraternidade e muito revolucionário.Boa produção.
Um abraço de Amizade!

J.C.