domingo, 12 de Setembro de 2010

"Soledad" – Maria Rita e Jorge Drexler



A vida está cheia de coisas, pessoas... e canções de que não gostamos. Como é norma aqui na casa, tratando-se de música, não vamos por aí. Felizmente existem as coisas, pessoas... e canções de que gostamos. De algumas, mesmo, muito. Por um pequeno conjunto delas, podemos mesmo apaixonar-nos... o que nos traz à canção de hoje.

Não existem muitas assim. Passada a primeira audição que resultou numa das tais paixões, em vez de, como é normal, ir passando para o “arquivo”, a caminho da esporádica lembrança, esta cantiga agrada-me mais a cada vez que a oiço. Claro que isto sou eu...

Tenho-a cantada pelo autor, o uruguaio Jorge Drexler, tenho-a cantada pela brasileira Maria Rita... e depois há esta versão cantada pelos dois, que por qualquer mágica razão, é ainda melhor.

Chama-se “Soledad”. Faço acompanhar o vídeo por uma bem intencionada, mas caseira, tradução para português.

Bom domingo!

Solidão
(Jorge Drexler)

Solidão
aqui estão as minhas credenciais
Ando batendo à tua porta
há algum tempo
Creio que passaremos juntos por temporais
Proponho que tu e eu nos vamos conhecendo

Aqui estou
trago-te as minhas cicatrizes
palavras sobre esta pauta de música
Não te fixes muito naquilo que dizem
Encontrar-me-ás
em cada coisa que tenho calado

Já passou
já deixei embaciar
a ilusão de que viver é indolor.
Que estranho que sejas tu
quem me acompanhe, solidão,
a mim, que nunca soube muito bem
como estar sozinho.

"Soledad" - Maria Rita & Jorge Drexler
(Jorge Drexler)


5 comentários:

Maria disse...

Não conhecia, e é lindíssima!
Obrigada, Cantigueiro.
Bom domingo.

Abreijos

Fernando Samuel disse...

Não podendo ouvir (não tenho som...) resta-me ler o belo poema traduzido e esperar (que o som chegue...).

Um abraço.

trepadeira disse...

Um copo de água limpida oferecida a um faminto.
Vou por aí fora abraçar os amigos bichos.
Um abraço,
mário

Graciete Rietsch disse...

É lindíssima. Obrigada.

Um beijo.

Anjos disse...

Mais um dos bombons com que nos presenteia aos Domingos. É lindo!

Obigada e bom resto de dia.
Um abraço