segunda-feira, 8 de março de 2010

«A mulher é o futuro do homem»



Numa data como esta, seria fácil cair num discurso lamecha, paternalista ou demagógico. Para tentar evitá-lo, fico-me pela frase do título, da autoria do grande escritor/poeta e comunista francês Louis Aragon e por duas canções.

A primeira, a nossa conhecida “Maria, Maria”, de Fernando Brant e Milton Nascimento, cantada pela Elis Regina, num vídeo todo construído com desenhos infantis.

Maria, Maria
(Fernando Brant/Milton Nascimento)

Maria, Maria, é um dom, uma certa magia
Uma força que nos alerta
Uma mulher que merece viver e amar
Como outra qualquer do planeta
Maria, maria, é o som, é a cor, é o suor
É a dose mais forte e lenta
De uma gente que ri quando deve chorar
E não vive, apenas aguenta

Mas é preciso ter força, é preciso ter raça
É preciso ter gana sempre
Quem traz no corpo a marca
Maria, Maria, mistura a dor e a alegria
Mas é preciso ter manha, é preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania de ter fé na vida


A segunda é cantada pela grande “Mama África”, Miriam Makeba, numa gravação de 1966, feita em Estocolmo, numa das inúmeras viagens em que esta extraordinária mulher, artista e combatente levou a todo mundo a luta das mulheres, das crianças, dos homens do seu país, de todos os seres humanos. Na ocasião, apresentou a canção com estas palavras:

Khawuleza é uma canção sul africana. Uma canção que vem dos bairros, reservas (o que quer que seja) dos arredores das cidades da África do Sul, onde todos os negros da África do Sul vivem. As crianças gritam nas ruas, sempre que vêem carros da polícia chegando às suas casas para fazerem rusgas por este ou aquele motivo. Gritam «Khawuleza mamã!», o quer dizer simplesmente «Depressa, mamã! Por favor, não os deixes apanhar-te!»

Para todas e todos, um bom 8 de Março!


“Maria, Maria” – Elis Regina
(Fernando Brant/Milton Nascimento)



“Khawuleza” – Miriam Makeba
(Miriam Makeba)


13 comentários:

Lena disse...

Jean Ferrat cantou muito bém esse tema "La femme est l'avenir de l'homme"...
Foi essa canção que postei no meu facebook...

"Derrière chaque grand homme, il y a une femme"...

Bjos

salvoconduto disse...

Já somos dois a evitar o discurso lamecha, paternalista ou demagógico como muito bem ressaltas.

Abraço.

vovó disse...

atrás...?... credo!!! prefiro "ao lado..." :)...

vovó Maria

Maria disse...

Muito bons, os dois presentes para todos nós...

Abreijos.

Graciete Rietsch disse...

Parabens camarada Grande post, maravilhosas canções que tanto dizem.E quanto ao comentário da vovó estou totalmente de acordo. Só lutando lado a lado (homens e mulheres) conseguiremos a verdadeira emancipação.

Um beijo

do Zambujal disse...

Tive a sorte(!) de assistir, na Festa do l'Huma de 1972 ao lançamento, no palco principal, do disco Ferrat chante Aragon. Inolvidável... como se nota! E anota.
E - vê lá tu! - outra grande vedeta nessa Festa foi a Miriam Makeba. Isto sem qualquer menosprezo para a Elis (e o Milton).
G'anda post!

Um abraço

Eulália disse...

Bem haja!! :)

abraço

duarte disse...

amanhã é dia de todos?
amanhã é dia de darmos as mãos e sermos?
para todos as mulheres e para o ser humano, reservarei meus dias, lutando pela paz.
belas músicas e letras.
abraço do vale

GR disse...

Gostei de ambos, mas a animação e música do “Maria Maria” adorei.

As melhoras e um gd bj

GR

Fernando Samuel disse...

Não consegui ouvir nem a Elis nem a Makeba - vou ouvi-las de memória...

Um abraço.

Carla disse...

Obrigada camarada por tanta beleza e tanto conteúdo.

samuel disse...

Per tutti:
Como sempre... gosto “por demais” que tenham gostado!


Abreijos gerais.

SelenaG. disse...

ADOREI !