domingo, 7 de março de 2010

Já nem têm medo... já nem disfarçam!



Este era, pelo menos à hora em que a vi, o aspecto de parte da primeira página do DN online de hoje. Com estas duas belas notícias lado a lado.

Presumo que a notícia da direita, que nos dá conta do “prémio” de 244 mil euros pago a José Penedos, mesmo não sendo já presidente da REN e estando sob fortes suspeitas de ter participado “numas coisas”, é uma maneira de confortar e dar ânimo aos funcionários públicos, que na notícia da esquerda são informados da intenção do Governo em manter congelados os seus vencimentos... também em 2011.

Já dizerem, como se pode ler na notícia, que os "aumentos" na Função Pública ficarão a zeros, depois de informarem no mesmo texto que vão diminuir as deduções com despesas de saúde, educação, etc... e mesmo assim afirmarem que não há cortes nos vencimentos... é apenas mais uma típica mentira deste governo e mais um insulto à inteligência dos portugueses.

Este bando confia mesmo que o povo não passará de uns protestos, de uma greve aqui ou ali... e que no fundo, se vão safar. Quando tiverem que passar o poder aos outros predadores, do PPD-PSD, já terão uns, os bolsos bem cheios e todos, o futuro garantido em grandes “empregos”.

Como seria bom que estivessem estrondosamente enganados!

12 comentários:

smvasconcelos disse...

Já não têm vergonha! Isto é insultuoso...
beijos,

do zambujal disse...

E ainda a parecem nas fotografias a rir! Sei lá... é capaz de ser isso que mais me impressiona. A insensibilidade, a desvergonha, mais que que as malfeitorias!

Olha... um abraço

O Puma disse...

Eles comem tudo

e não deixam nada

Abraço

Antuã disse...

É o que faz dar o poder aos ladrões.

Graciete Rietsch disse...

Não podemos aceitar mais estes insultos. Eu creio que em breve(talvez nem tanto quanto seria preciso)o povo, absolutamente espoliado,acordará e exigirá os seus direitos.

Um abraço com esperança.

Cloreto de Sódio disse...

Este país é, a cada dia que passa, um autêntico nojo. Tenho vergonha do estado a que isto chegou. Sinto-me desprotegido, num país de tantos ladrões que fazem as leis certinhas que os mantêm impunes. Desculpe, Samuel, mas agora vou sair. Preciso de vomitar.

UdL disse...

Samuel,

Sou um leitor assíduo deste teu blog, gosto imenso do que escreves. No entanto, já não vinha aqui há uns dias.

Os últimos 3 ou 4 posts que escreveste dão-nos uma noção assustadora do estado em que o mundo e as pessoas que o dirigem se encontram hoje. Um estado de decadência enorme, uma coisa tenebrosa.

Esta gente, esta corja de máfias sem escrúpulos que nos dirige, é uma minoria. Porque raio continuam lá? Porque raio não fazemos nada, nós, a maioria, os insatisfeitos? O que é que se passa com as pessoas?!

Fernando Samuel disse...

Este bando de bandalhos está convencido de que goza de total e eterna impunidade - mas está enganado, mais tarde ou mais cedo...

Um abraço.

Daniel disse...

Ai como "Os Vampiros" do Zeca continuam actuais...

Mário Sousa disse...

Corja de mal feitores é esta gentinha, o zeca tinha razão, o povo não é grande coisa, eles comem tudo e não deixam nada.

MA disse...

Subscrevo as palavras da "Antuã": É o que faz dar o poder aos ladrões.

Até quando???

E sim, quem tinha razão era o Zeca!

samuel disse...

Per tutti:
É preciso fazê-los saber e sentir na pele o asco que causam...


Abraço.