quinta-feira, 11 de março de 2010

PEC – Programa de Exploração Capitalista



Como já disse, há quem saiba escrever sobre o real significado e implicações deste PEC. Quem saiba escrever bem! Noutra fonte, o "Anónimo do Séc.XXI", lendo este curto e cristalino texto de Sérgio Ribeiro, ficamos com uma ideia bem precisa daquilo que está em causa. Dos índices que sobem... e porquê, dos que descem... e porquê. Em que se investe, em que se corta o investimento, a que “senhor” se serve.

Entretanto, num outro texto (Daniel Oliveira, no Expresso), sou informado de que aquilo que o Estado vai “ganhar” anualmente (em poupança nos juros da dívida pública) com a venda das suas participações nos CTT, REN, Fidelidade, TAP, Galp, EDP, em nome da paranóia do défice, não passa de mais um conto do vigário, já que, no ano passado, só os dividendos anuais dos CTT e Galp sozinhos, igualaram esse “ganho”. Não privatizando o que resta destas empresas o Estado não só garantiria dividendos para honrar os seus compromissos, como manteria um importantíssimo património nas suas mãos. Importantíssimo economicamente, mas ainda mais em termos estratégicos e de soberania.

Perante isto e a confirmarem-se os números, a posição “confortável” seria dizer que somos, há décadas, governados por incompetentes. Infelizmente, a verdade é que somos governados por “cleptocratas”, que têm deitado a mão a tudo quanto têm conseguido e enchido os bolsos (os seus e os dos amigos), enquanto o país vai ficando exausto, depauperado, esgotado. Somos governados por gente que não tem perdão, pois sabe muito bem o que faz.

Resumindo, temos sido governados por vulgares salteadores. Afinal... não é isso mesmo o capitalismo?

18 comentários:

Maria disse...

É isso mesmo. O título do teu post diz tudo!

Abreijos.

Lenine disse...

HAHAHA,tão bafiente,tão repetido, mudem de cassete,pá.Já enjôa.

Antuã disse...

Quem ouve o Carlos Magno cleptocratas é em angola. Aqui são uns vulgares ladrões.

salvoconduto disse...

Adivinha lá que é que depois vai gerir essas empresas privadas...

Graciete Rietsch disse...

Pois, vendem por tostões o que dá lucro para encheram os seus bolsos e os dos amigos. Quem disse que isto era uma cassette? É a realidade, infelizmente.

Um beijo.

Fernando Samuel disse...

É, o capitalismo é isso mesmo...

Um abraço.

kinaxixi disse...

O mais grave é que eles conseguem-se levar a sério aproveitando-se de uma inacreditável incapacidade de indignação da maioria.

Um abraço

alex campos

Sérgio Ribeiro disse...

Grato pelo aproveitamento das minhas reflexões e informações. Fazem sentir-me útil, que é
propósito e ambição.
Bom post (apesar das referâncias... assim opino), e é bom sinal bem que enjoe quem esconde o anonimato contumaz e pusilânime debaixo de nome honrados e heróicos.

Um abraço

aferreira disse...

-Está mais que claro que assim é!

-E não venha o lenine de alguidares de baixo, chamar cassete, à verdade que todos vemos ouvimos e lemos.
-Até porque a prova provada reside nas palavras dum certo Nobel da economia de quem o lenine de alguidares de baixo, com certeza é fã.
-Nobel esse que o ingenheiro, adora citar: "o deficit salvou o mundo" diz o distinto fazedor de contas.
-Com certeza o lenine de alguidares de baixo, adora a frase mutilada na sua verdade!!!...Pois falta-lhe o resto...deve ser da cassete estar gasta.

-A frase deveria ser: Os governos ao serviço do grande capital financeiro, salvaram o mundo capitalista, empenhando o futuro dos povos, fazendo pagar estes a conta das grandes festas/ bacanais, da corrupta e decadente burguesia financeira.




aferreira

Staline disse...

Lenine, deixa lá os dinossauros fazer o seu ritual. Cada post cada orgasmo colectivo, o mundo não é o que é mas o que lhe ensinaram os heróis, os mesmos que lhe teriam cortado o pescoço se por acaso desalinhassem da ordem unida vigente. Camponeses todos, que eu bem sei!
E olha a vantagem de vir aqui ler os seus comentários: Poupa-se imenso, os exemplares jurássicos andam aqui á solta!

José Rodrigues disse...

O "lenine" e o "staline"vieram cá comentar,
Se lhes derem muita trela
ainda mais vão ladrar.
Decerto são citadinos,
hoje não puderam surfar.
Vamos mas é ao que interessa,
Dizer a verdade ao povo,
pr'á LUTA CONTINUAR.

Abraço

samuel disse...

Maria:
Tem que ser dito...

Antuã:
As fixações excessivas nos cleptocratas de fora (que existem) servem exactamente para disfarçar os cleptocratas de dentro.

Salvoconduto:
Os exemplos já estão aí por todo o lado.

Graciete Rietsch:
Dá jeito dizer que é cassete...

Fernando Samuel:
Mas o conto do vigário é tão difícil de desmascarar!...

Kinaxixi:
Até um dia...

Sérgio Ribeiro:
Eu é que agradeço...
Claro que tem que os “enjoar”... ☺

Aferreira:
Não me parece que ele tenha querido dar uma opinião... ☺

Lenine/Staline:
1. Os avisos, denúncias e opiniões daqueles que são acusados de usar as “cassetes” já provaram tantas e repetidas vezes estarem certos... que a piada tão antiga quanto falhada da “cassete” já não ofende ninguém. Apenas define a indigência de quem ainda a usa.
2. Tive um colega na escola que teve o seu problema: uns dias era o Napoleão, depois o Camões, a seguir já era o Elvis... era divertido, mas acabou mal.

Ah... e a palavra “bafiente” não existe. Mas é gira... ☺ ☺ ☺



Saludos generalizados.

UdL disse...

É sempre curioso e divertido ver os voyeurs queixarem-se dos orgasmos alheios.

JP disse...

Tinha pensado em Programa da Estupidez e Cretinice ou em Plano Execrável e Criminoso, mas o título deste post parece-me ainda melhor.
Saudações

Staline disse...

1 - Samuel, estás taralhoco e já não distingues o Lenine do Staline! "Bafiente" não existe é claro, mas erudito como és talvez te falte passar por alguns sítios mais populares do Algarve e nem queiras saber os "bafientes" que lá encontrarás. Mas pronto deu-te para corrector ortográfico e portanto resolverás isso com este Lenine, que não conheço mas tem razão.

2- As cassetes estão aí bem audíveis, têm é as vozes de uns jovens incubados no sítio do costume. Que pena ver jovens a falar como velhos quando se sabe que mais ano menos ano os vamos ter a sair do bafio como dissidentes!

3 - Está explicado: Com colegas desses como havias de ver o mundo com os cambiantes que nele existem, com a diversidade das opiniões e das várias verdades que o ser humano comporta?! Pois claro, o mundo a preto e branco ajusta-se completamente aos maníacos para quem todos os outros são reaccionários, ladrões. Na idade em que estás vai ser difícil controlar a coisa, olha o fantasma do teu colega e deixa de te considerar o salvador. Toca qualquer coisa, talvez ajude.

samuel disse...

UdL:
Estão verdes...

JP:
Esses também estão muito bem... ☺

Staline:
Muito bem observado!


Saludos gerais.

duarte disse...

só não vê quem não quer... ou quem assim quer que seja.
havemos de ter muitos filhos de lenines e estalines a passar fome.
ESTA É A REALIDADE.
e sim é uma cassete, visto a ciclica rotina em que nos obrigam a viver.
serei a borboleta, e todos, a tempestade.
LIBERTÉ,EGALITÉ , FRATERNITÉ....CASETE?!!!
abraço do vale

Staline disse...

Duarte, não quererias dizer cacete? É mesmo no que pensas, certo? E julgas que com um nas mãos trazias o pão, habitação? Pensa bem porque não serias o único a cacetar porque cacetes há muitos e gente mais hábil do que tu a usá-los no teu lombo. Que tal ficares com a cassete, com dois ss é claro? Ou fazer-te à vida como puderes, olhando os outros com mais respeito e dignos de fazer escolhas mais racionais e exeqíveis. E acredita, o Staline que tu adoras era uma besta.