sábado, 24 de novembro de 2007

Com o tempo...


Há minutos fui ao café e numa das mesas estavam duas das vizinhas do costume. Uma delas devia estar a queixar-se de alguma coisa, já que a outra a "consolou" com a velha frase que sempre resolve tudo, "Deixe lá que isso com o tempo passa!"
Como a pessoa que se queixa está quase sempre a sofrer "agora" e não quando passar o tempo, esta frase feita sempre me irritou um bocadito... coisa que perdôo rapidamente, pois normalmente ela "põe-me" a trautear esta grande cantiga, deste grande poeta/músico/cantor de voz partida e figura improvável, de quem, quando se gosta, gosta-se contra tudo e quase contra todos.

Leo Ferré - "Avec le temps"


6 comentários:

Aristides disse...

Que bela evocação! Ainda por cima permitiu-me recordar, através dos vídeos que surgem em rodapé, a mais bela canção de amor que um poeta dedicou ao seu país: Le plat pays de Jacques Brel.Mais uma vez o Cantigueiro me proprorciona um óptimo fim de tarde. Um bem-hajs por isso, Samuel

Maria disse...

Um dos indicadores de que estou a ficar "antiga" é a quantidade de "memórias" que vou revivendo enquanto me passeio pela blogo.
Esta é mais uma... obrigada por teres trazido aqui o "eterno anarquista" e uma das suas canções mais belas....

Anónimo disse...

Merci en avance, só para parecer ililigante!
Bom para o merci, avance para continuar, iligante por nada . Parabéns, isso é quando o rei faz anos e não é o caso .

avelaneiraflorida disse...

Caro Samuel,

UMA DAS MINHAS CANÇÕES DE SEMPRE!!!!

"BRIGADOS" por este post!!!

UM EXCELENTE FIM DE SEMANA!!

jasmimdomeuquintal disse...

Gosto muito de música francesa. Esta canção: musica e letra sõo divinais.
Obrigada.

oasis dossonhos disse...

Samuel
Porque não se pode escutar o Leo Ferré? Eu não consigo...Diz assim: este vídeo foi removido por violação dos termos de uso...que é isto?
Abraço
Luís