terça-feira, 13 de novembro de 2007

Imaginação delirante



Ultimamente têm aparecido nos jornais e televisões pessoas já com idade para ter juízo, alguns ministros, inclusivé, a tentar convercer-nos com a maior das latas, que RAVE é uma empresa de ferrovias de alta velocidade...
Este pessoal dá cada desculpa alucinada aos pais quando quer pirar-se para as "raves", enfiar umas pastilhas e beber e dançar toda a noite!...
Vá... vão lá mas deixem de ser mentirosos e sobretudo, não exagerem nos "divertimentos"...

5 comentários:

Maçã de Junho disse...

há coisas assim... já dizia o cantor: "Pode algume ser quem não é?"

Gostei do espeço, prometo voltar!
Abraço

Maçã de Junho

Maçã de Junho disse...

Nem sempre a primeira impressão é a mais importante... Hehehe

já agora, eu gostei do "espaço" e não do "espeço"... pelos vistos a minha primeira impressão também não foi a melhor, heheh

Abraço
Maçã de Junho

O Puma disse...

A nossa maçã

anda a patinar

Não tem idade para isso

Sininho disse...

RAVE parece-me um nome muito bem achado.
Apesar de nunca ter posto o pé numa dessas andanças, a ideia que tenho é que, pastilha a pastilha, se acaba a noite já dia claro, e à tal velocidade alucinante.
E desgraçado de quem pensar atravessar a estrada com esse pessoal no horizonte.
Bip-bip, passou, esmagou.
Alta velocidade no seu melhor.

Abraço

Cris Caetano disse...

Aqui em Terra Brasilis, sofremos do mesmo mal, a última Rave de que se tem notícias deixou um adolescente morto e pais surpresos (não gosto de imaginar a dor deles). Eu já tive 18 anos (meio óbvio) e nunca experimentei nenhuma droga pelo simples medo de ficar dependente. Também conheço pais que "enchem" - no bom sentido - a cabeça dos filhos para que eles fiquem longe das drogas. Essas situações me fazem pensar, mas me deixam sempre na mesma: não compreendo.
Um abraço e obrigada pela retribuição de minha visita. :)