segunda-feira, 12 de novembro de 2007

De preferência, depressa :)




Deputado da A.L. da Madeira, Gabriel Drumond

Fui confirmar se isto era ou não era um link para a "Gazeta dos Tempos Livres" do Hospital Júlio de Matos.
Infelizmente não era!... É um link para uma notícia do DN, sobre uma entrevista dada à TSF por este cómico Gabriel, que ao contrário da "Gazeta" inventada por mim, existe mesmo e é pago pelos nossos impostos.

Leva lá a independência e pira-te...  
Queres de morango ou ananás?
Rais parta os cachopos quando são assim chupistas e chatos!

8 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Será que não era um jornal de um outro planeta?????

Tudo pode acontecer nos dias de hoje!

Bjks

Rosa disse...

Caro Samuel
tenho estado à prosa com um anónimo, uns quantos posts abaixo.

Assistir às trocas de galhardetes dos deputados na Assembleia Regional é mais divertido do que certas brincadeiras de crianças, mas Samuel, depressa não, por favor, que sou cachopa do Ribatejo e só cá vim para lhes chupar o mesmo que outros na minha profissão. Eu quero ir para casa! Acontece que, eles não são assim, tão tolinhos e aqui me prenderam: queres o chupa? Toma!, mas aguenta-te 3 aninhos.
Para além disso, que mais não é que um desabafo pessoal e não interessa, aqui, para nada, penso que temos muito a aprender com estes "cachopos chupistas", pois que, representam uma amosta significativa (a Região, no seu todo)dos seres não pensantes que pululam no nosso país (rectângulo-imperfeito e Regiões Autónomas) são é mais excêntricos (chamemos-lhes, assim) na manifestação de idiotices. Outras nem tanto.

Qu'isto é o paraíso é. O calhau pequeno, aqueles cujos vilhões colonizam aos fins de semana, feriados e férias, porque esses nem areia têm. Eu cá acho que a atiraram toda para os olhos de quem vive no interior e nunca esteve no Funchal, mesmo com o alcatrão que o Rei mandou construir.
Pronto, por agora, tenho de ir picar o ponto que ser uma espécie de funcionário público no paraíso, não é diferente de o ser em «Cuba».

Trilby disse...

Eu até tenho uma empresa de levar independências ao domicílio... podia...enfim... até nem é muito longe e tal...
;)

samuel disse...

Cara Rosa

Longe de mim confundir a Madeira e os madeirenses com estes cromos tipo deputado Gabriel ou o trauliteiro Jaime Ramos, etc, etc.
Embora infelizmente pudesse continuar a escrever etceteras "ad nausea", a verdade é que a Madeira é um paraíso, como diz e os madeirenses são gente boa, com a excentricidade típica das ilhas, de que até sou grande "adepto".
Há bem pouco tempo estive a cantar no auditório da Universidade da Madeira, numa sessão promovida pela Sociedade Portuguesa de Autores e desde a Vice Reitora ao público que encheu a sala e até aos técnicos da RDP Madeira que faziam o som, ninguém podia ter sido mais acolhedor.
Em "cachopos chupistas" que vivem à nossa custa e ainda assim nos desrespeitam, tropeçamos todos os dias nós também aqui "em Cuba", como muito bem sabe.
Boa estadia e aproveite cada momento.
(Agora marchava qualquer coisita do cardápio do lindíssimo café "Golden Gate").
Abraço.

samuel disse...

Trilby

Independências ao domicílio é muito bom!
Como é que ninguém se tinha lembrado...
É o mundo novo! Exames por fax... tratados porreiros...

JRV disse...

Infelizmente temos de levar com este tipo de declarações. Faz parte do jardinismo (ideologia que prega o disparate de forma provocadora como forma de chamar a atenção). Enfim, é preciso ter estômago para conseguir conviver com esta ideologia...

Minerva McGonagall disse...

Era um favor que nos faziam!

Luis Eme disse...

O que será que os verdadeiros madeirenses pensam, para lá dos "chupistas" conhecidos?