sábado, 17 de novembro de 2007

Parabéns, José!




Como tantos portugueses cujos pais se descuidavam com o prazo para registar os filhos e depois tinham que "inventar" uma data para o nascimento, também José Saramago faz anos a 16 e 19 de Novembro.
Saramago não precisa para nada de um post no Cantigueiro a festejar os seus 85 anos, mas acho que devo ajudar a equilibrar o peso que na "blogaria" nacional terão seguramente os verdadeiros "ensaio(s) sobre a cegueira" onde lhe chamarão como de costume "todos os nomes", o que a juntar ao triste episódio da obra censurada no tempo do cavaquismo, tem feito de cada "viagem a Portugal" um acontecimento cada vez mais raro (e aqui param os trocadilhos com os títulos de livros senão isto nunca mais acaba).

Na grande festa que lhe fizeram em Madrid, disse que a sua esperança está depositada na possibilidade de "os amantes da beleza se unirem contra a barbárie"...
Também a minha, amigo!

3 comentários:

Rosa disse...

Não seria por descuido que os não registavam (no dia exacto em que nasciam), mas por razões históricas e políticas.
Também estou convosco: só a união dos amantes da beleza gerará mais beleza e amantes e, ainda que, possa levar o seu tempo, acabará com a barbárie.
A graça dos amantes da beleza esteja connosco. Assim seja!

Anónimo disse...

Maria Pilar del Rio libertou-se do nome de Maria há bem pouco tempo, e fê-lo bem.
Apreendeu a ler com o ABC, como outros com os livros salazaristas que agora estão na moda, em toda a livraria que se preza , e se oferecem os insuspeitos a tudo que é gente graúda e miúda, da esquerda ao centro passando pela direita, e por todos os bem pensantes.
O gosto do castigo na mais recôndita arqueologia mental.
Parabéns a José Saramago e a Pilar del Rio, sem outros trocadilhos e batuque, mas só porque estão juntos e felizes !

Maria disse...

... e que viva por muitos mais anos e escreva muitos mais livros... para nosso gozo, mesmo!