domingo, 24 de fevereiro de 2008

Com a voz dos outros...


Ontem, em vários dos blogs que se recordaram do Zeca e igualmente nas suas caixas de comentários, uma das cantigas mais lembradas foi a "Balada de Outono", com o seu famoso verso "...que eu não volto a cantar", o qual tem ao longo dos últimos mais de 21 anos, atado grandes e doloridos nós nas nossas gargantas.
Todos os comentadores me acompanham na certeza de que o Zeca não deixou de cantar e os vários trabalhos, gravações e espectáculos feitos por jovens e menos jovens a partir da sua música, estão aí para o mostrar.
Passemos então o Domingo com dose dupla de Zeca. 
No primeiro vídeo, brilha a Luanda Cozetti, filhota dessa grande "figuraça" e protagonista de uma outra cantiga também do Zeca, o Alípio de Freitas, acompanhada apenas pelo seu cúmplice de cantigas e de vida, Norton Daiello. São os "Couple Coffee" e continuo a achar que o seu disco "Com as tamanquinhas do Zeca" é o melhor desta recente fornada de homenagens e adaptações. Aqui, reinventam exactamente a "Balada de Outono" com que este texto começou.
No segundo vídeo e também reincidentes aqui no Cantigueiro, os "Luar na Lubre", um grande grupo da música de raíz tradicional da Galiza, interpretando (soberbamente), "Tu Gitana".

"Balada de Outono" - Couple Coffee
José Afonso



"Tu Gitana" - Luar na Lubre
José Afonso


7 comentários:

Maria disse...

Foi bom ouvir, repetidamente...
Sei que o Zeca continuará a cantar. Aqui. Aqui também. E com a voz dos outros....
... mas ele faz-me/nos tanta falta...

Abreijos
(no sábado dá-me Zeca...) :))

GR disse...

Não conhecia, muito bonito.
Gostei especialmente dos Couple Coffee.

GR

jrd disse...

Ontem, a vida saiu à rua...

Dinos disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

JLGarces disse...

A homenagem possível:

http://www.reflexosonline.com/reflexos.php?num_foto=70279

http://olhares.aeiou.pt/galerias/detalhe_foto.php?origem=&id=1781289

Gostei de ouvir os Couple Coffee, que conhecia tão ligeiramente que já não me lembrava :). Vou tentar encontrar o CD.
Abraços

José Luís Garcês

fj disse...

pensamentos...
não me recordo bem se o zeca era taumm recordado em vida como depois da sua morte.
Digo eu, vá!!
um abraço samuel

Alan Romero disse...

Samuel,
Belíssima homenagem ao Zeca que, como vemos, está mais vivo do que nunc. Relido e reinventado por novos intérpretes, O Zeca há de inspirar muitas gerações.
Excelentes escolhas. Adoro o Luar na Lubre, e acho espantosa a interpretação de Luanda Cozetti. Concordo com a tua afirmação de que os Couple Coffee fizeram o melhor disco de versões da obra do Zeca. O CD "Co'as Tamanquinhas do Zeca"! é a mais criativa e inovadora releitura já feita, sem desrespeitar os originais, mas acrescentando-lhe um frescor que conquista as novas gerações. E as velhas também (onde me incluo! rsss...).
Quem quiser ouvir algumas faixas procure o player do CD na página da banda no MySpace:
http://www.myspace.com/couplecoffee
Abraço. E viva o Zeca!