domingo, 20 de julho de 2008

Caetano Veloso, Bethânia e Dona Canô


Caetano Veloso nasceu há quase 66 anos, perto de Salvador da Baía. Quatro anos depois nasceu Maria Bethânia, sua irmã. São dos mais miúdos (há um mais jovem) de uma ranchada de sete irmãos, filhos do amor de "seu" José Telles Velloso e Dona Claudionor Vianna Telles Veloso, que para facilitar, toda a gente chama apenas Dona Canô.
Dona Canô já leva mais de 100 anos de uma vida cheia, a maior parte dela ouvindo cantar estes seus "filhotes". Por mais extraordinário que possa parecer, ainda gosta... :)
Para quem possa ter ficado com a impressão (errada) de que eu não engraço com Caetano Veloso, aqui fica um vídeo dos três, Caetano (babado) apenas a ouvir a "mana caçula" cantar para a mãe (que vai cantarolando) a canção de Dorival Caymmi "Oração da Mãe Menininha", dedicada à (talvez) mais famosa Mãe de Santo do Candomblé, exactamente a Mãe Menininha do Gantois (diz-se "gantuá"), figura muito interessante da resistência pela preservação das tradições e da "dignidade negra", o que chegou a levá-la à prisão.
É um grande momento em que a ternura corre livre, tal como a música. Bom Domingo!

O vídeo foi descaradamente surripiado ao blog "Pronome Possessivo", da escritora Rita Ferro.

"Oração da Mãe Menininha" 
Caetano, Bethânia e D. Canô
(Dorival Caymmi)


12 comentários:

Justine disse...

Que bom é ter a certeza de que ainda há ternura neste mundo!
Bom domingo para ti também

ISAMIRE disse...

Meu caro, que início de domingo com esta ternura, é comovente!!!!
Um grande abraço para ti e obrigado por este momento. Boa Festa da Alegria

Fernando Samuel disse...

Grande e belo momento!

JOSÉ FANHA disse...

Maravilhoso!

É tão importante passar estes momentos, estas canções, este estar no lado mágico da vida.

Obrigado, muito obrigado, amigo,

JFanha

Susete Evaristo disse...

Obrigada amigo que momento bonito
Beijos

Jofre Alves disse...

Que saudade. Ao chegar aqui lembrei-me do Brasil onde vivi entre 1970 e 1974, foragido à tropa, claro. Fiquei desde então fã da música brasileira: Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Chico Buarque de Holanda, Gilberto Gil, Martinho da Vila, Elis Regina, Tom Jobim, Teixeirinha, João Gilberto, Milton do Nascimento, Nelson Ned, e tantos outros nomes que me acompanham desde então. Boa semana.

BlueVelvet disse...

Sem palavras.
Obrigada por este momento.
Vou-me de lágrima ao canto do olho.
Abreijinhos

ZERO À ESQUERDA disse...

Uma dêlicia!! Belo momento.

salvoconduto disse...

Para dizer verdade não engraço muito, vale-me no entanto a mana e a mãe Veloso que acabei de conhecer.

Cristina disse...

Que vídeo delicioso! Comovente e terno ao mesmo tempo.
Obrigada, Samuel, adorei!

Um abraço

Cristina Loureiro dos Santos

Maria disse...

É em Santo Amaro que mora Dona Canô, onde nasceram seus filhos. Perto de Cachoeira, perto de Salvador.
Um dia deste coloco a foto a casa deles....
Estas canção é uma maravilha, uma ternura, mesmo. Obrigada, Samuel.

:)

São disse...

Muito terno, sim.
Abraços.