sábado, 8 de dezembro de 2007

Não apaguem a memória *


No outro dia, quando falei do Manuel Freire, já estava a "incubar" este post. É, como se pode ver, o Manel, há trinta anos (num espectáculo em que também participei), cantando Saramago bem e com "vontade"...  e para aí dois tons acima...


"Ouvindo Beethoven" - Manuel Freire
José Saramago / Manuel Freire 

9 comentários:

Silvia Madureira disse...

Convido à visita do post intitulado "Carolina" no meu blog.

beijo

O Puma disse...

"não apaguem a memória"

bem recordado

Luis Eme disse...

Canção tão de Abril...

abraço

Maria disse...

Não sei porquê o vídeo "is no longer available"....
Mas eu não apaguei a memória, e lembro-me muito bem do Manuel Freire... aliás, é só ir buscá-lo ali e pô-lo a tocar...
... ainda por cima tem a "nova versão" da Pedra Filosofal....

almada disse...

Extraordinário e tão actual!

"Mas quando nos julgarem bem seguros, cercados de bastões e fortalezas, hão-de ruir em estrondo altos muros e chegara o dia das surpresas!"

avelaneiraflorida disse...

NÂO!!! A MEMÒRIA JAMAIS SE APAGARÀ!!!

"BRIGADOS" por este post!

Bjks!!!!!

António Agostinho disse...

Lembro-me bem deste espectáculo que vi, se a memória não me atraiçoa, no Coliseu do Porto.

Um abraço

Maria disse...

Ontem não consegui abrir o video, nem sei o que aconteceu porque hoje já o posso ouvir....
Obrigada, Samuel.

JDias disse...

O dia da surpresa há-de chegar novamente.