sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Questão de higiene





Será mesmo possível esta gente escrever "livros brancos" sobre o que quer que seja, tendo as mãos tão sujas?

9 comentários:

Maria disse...

Se ao menos fossem trabalhadores, poderiam perceber o que são relações laborais....
Desculpa, Samuel. Prometo que a partir da meia noite de hoje estou de paz com todos (socrates incluído) e com o mundo. Prometo que não escrevo nada a dizer mal de ninguém, até ao dia, até depois destes dias que dizem ser de natal..

Rui Vasco Neto disse...

sam,

Uma coisa é certa: se não vieres buscar dou aos pobres.

http://setevidascomoosgatos.blogspot.com/2007/12/separados-nascena.html

Rui Vasco Neto disse...

http://setevidascomoosgatos.blogspot.com/2007/12/separados-nascena.html

agora sim.

samuel disse...

Maria
Então bora lá ficar bonzinhos :))))

Rui
Já lá fui...
Deu-te forte!... Mas bem!

avelaneiraflorida disse...

Caro Samuel,

não haveria água que chegasse para que a higiene fosse perfeita...

UMA BOA NOITE!!!!

Bjkas!!!!

gaivota disse...

tanta água perdida em mãos tão sujas! penso que o tejo inteiro não chegaria para as lavar...
beijinho
bom fim de semana

samuel disse...

Caras Avelaneira e Gaivota

Talvez haja água suficiente no Tejo...
Pelo menos o Manuel da Fonseca e o Adriano Correia de Oliveira, tinham essa "esperança", lembram-se? :))

Fernando Samuel disse...

Este Livro dito Branco é exemplar de um governo cuja tarefa essencial é cumprir ordens do gande capital - num processo que, nesta fase, foi iniciado em 1976, com o primeiro governo PS/Mário Soares.

Mocho-Real disse...

Eles usam as "luvas", meu caro SAMUEL, para isso e para outras "escritas"...

Um abraço.