domingo, 24 de outubro de 2010

Susana Seivane – Um som que vem da História




Quando em 1939, apenas com 18 anos de idade, Xosé Manuel Seivane abriu a sua primeira oficina de construção de gaitas galegas, podia apenas sonhar com um futuro risonho para o seu “obradoiro”, onde começou a tornear na madeira o som ancestral da sua Galiza. Seguindo a melhor tradição destes tocadores de gaita galega que, quase sempre, eram também grandes executantes do instrumento, passou a “doença” aos seus filhos. Um deles, Álvaro Seivane, igualmente tocador e construtor, para além da eterna busca do instrumento perfeito, tratou de “inventar” o tocador perfeito para dar um som novo ao seu sonho.

Conseguida a concordância da senhora sua esposa partem ambos para a cuidadosa “construção” da sua obra mais amada e, em 1976, nasce a Susana. Susana Seivane. Desde criança a tocar como os espíritos da floresta deviam antes tocar. Junta a modernidade e a energia de músicos jovens influenciados por todos os sons do mundo, à sua rigorosa forma de interpretar o sentir galego mais profundo e rural, “enxebre”, como eles chamam a tudo o que é indelevelmente seu.

Aí a têm. Ouçam como ela toca... vejam como ela é. Tenho cá pra mim que a Susana Seivane era moçoila para pôr meia “Festa” a saltar... se um dia lá tocasse, sei lá... “A Carvalhesa”...

Bom domingo!

Ao vivo na "Noite Celta" – Susana Seivane
(Música tradicional galega)


11 comentários:

Graciete Rietsch disse...

A Carvalhesa já põe a Festa inteira a saltar até os mais velhinhos, como eu.
Mas ela também lhe seguiria os passos.

Muito lindo, alegre, contagiante.

Um beijo.

ag disse...

E a independência também ia. Para separar o joio do trigo.

Maria disse...

Não conhecia...
E é um espanto!

Abreijos
(acho que até eu saltava :) )

Pata Negra disse...

É por estas e por outros que eu sou um bocado galego!
E viva a gaita!

fj disse...

Obrigada pela pertilha. Não conhecia.
Abraço

joaquim d'odemira disse...

1.-Adoro a gaita de foles.É um instrumento que me emociona muito.E tocado assim com esta mestria é qualquer coisa do outro mundo.Fantástico este espectáculo.Obrigado Samuel;
2.- Momentos antes ouvira o grupo ACETRE, um grupo musical bicultural de OLIVENÇA.Outra grande emoção ;
3.- E antes já tinha visto e ouvido este vídeo com esta orquestra venezuelana fantástica em http://www.youtube.com/watch?v=NEs8yqhavtI&feature=player_embedded . ;
4.- É muita emoção para um dia só.Mas ao iniciar o dia estas emoções refrescam-me o "espírito" para aguentar melhor a labuta e a luta do dia-a-dia.

Cumprimentos

Joaquim d'odemira

trepadeira disse...

Ainda com o som dos "Off Road" no ouvido,estiveram ontem no TMG,encontro aqui esta total maravilha.Então para mim,nascido e criado ali ao lado da Galiza,com família de um lado e outro da raia,habituado,desde miúdo,a este "sonido".
Um abraço,
mário

Romano disse...

Ho Susana ho Susana

Sopras a gaita com fervor

Apertas o fole com carinho

Abres portas com magia

Na gaita sentes amor

Hilário disse...

Espero de a ver na Festa do Avante,muito bom.
Olha Samuel, eu partilhei no face book.
Um Abraço

Justine disse...

Acho que a pequena nem precisaria de tocar a Carvalhesa...

Lola disse...

Está a ser um prazer enorme conhecer o Cantigueiro.
Esta Susana é maravilhosa.
Vou partilhar...