terça-feira, 12 de outubro de 2010

Universidade de Lisboa – Tornar-se alguém... mas com juizinho!




O extremo “rigor” com que os órgãos de comunicação, digamos, social, ao serviço da ideologia dominante controlam aquilo que dizem - e sobretudo o que não dizem – sobre o que se passa na sociedade e sobre os protagonistas desses acontecimentos, roça tantas vezes o patético, que acaba por dificultar o comentário sério. Mais uma vez, o Correio da Manhã esteve à altura do que acabo de escrever.

Num trabalho sobre a Universidade de Lisboa, os seus 100 anos, previsão de festa vistosa - que veio a acontecer - com discursos doutos, ex presidentes da República doutorados Honoris Causa, um mar de tecidos sedosos e brilhantes e chapéus ridículos... o imbatível matutino resolveu organizar uma “galeria” de fotografias de jovens estudantes da UL que se tornaram gente importante. Aí estão eles e elas, quanto mais não seja para confirmar que toda a gente que tem passado pelo “arco da governação” não o fez por acaso. A coisa estava predestinada... ou “escrita nas estrelas”, para citar um deles.

Agora o que é mesmo, mesmo interessante, é o facto de, nesta “galeria” de estrelas, todos os ex estudantes que se tornaram importantes estarem ou no PS, ou no PPD-PSD, ou no CDS-PP. O facto de estar lá no meio o escritor António Lobo Antunes, cujas simpatias partidárias nunca me foram “apresentadas”, e o historiador Fernando Rosas, dirigente do Bloco de Esquerda, quer apenas dizer que um escritor de qualidade e sucesso mais um dirigente do BE ficam bem em qualquer galeria, não estragam em nada o conjunto... mas não alteram a “realidade”.

Assim se dá um claro sinal aos actuais estudantes: Se querem ser alguém na vida, já sabem em que juventudes partidárias devem inscrever-se!

Estou crente de que os “jornalistas” que cometeram aquele trabalho não fizeram por mal. Foi certamente fruto da já sistémica ignorância, ou então de uma enorme preguiça. Mesmo assim, que diabo!, eu aqui sozinho e também com uma grande preguiça para ir pesquisar na internet, consigo de memória e de repente, lembrar-me de um ou dois que não estão na “galeria”, não são do PS, nem do PPD, nem do CDS, nem do BE, mas que também se “safaram” na vida, digamos... razoavelmente. Por exemplo, o José Barata Moura, que para além do seu ponto alto que foi ter escrito o "Olha a bola Manel" e “Joana come a papa”, tem uma obra académica publicada e uma lista de cargos nacionais e internacionais ligados à Universidade, perfeitamente esmagadora... 
E foi Reitor da Universidade de Lisboa durante oito anos!!!

Ah... tinha prometido um ou dois... há também um jovem estudante de Direito que passou pela UL há uns anos... escritor, artista plástico e com umas ideias esquisitas... um tal Álvaro Cunhal. Não sei se os meus estimados leitores conhecem...


16 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Conheço bem os dois o que é para mim um grande motivo de orgulho.

Um beijo e ainda bem que fazes justiça a esses dois grandes homens que os outros esqueceram. Teriam esquecido?

Um beijo.

do Zambujal disse...

Excelente.
Grande pontaria a tua. Como é que foste capaz de descobrir esses dois... desconhecidos?

Grande abraço

Antuã disse...

Tem piada. Nunca ouvi falar nesses dois nomes!

Maria disse...

Caramba, também queres que os homens se lembrem de tudo... quando sabemos que eles têm memória selectiva...

Abreijo.

Anónimo disse...

Pois. Mas o sucesso, assim como a notoriedade, não passam, aliás como quase nada, ao lado da lógica de classe que a tudo sobrevem. Dizia (o insuspeito) Huxley, "Quem domina o presente domina o passado."

um abraço

r.

Anónimo disse...

- Pois eu acho que até não está nada mal.
-É sinal de grande respeito não incluir no lote de figurões tipo Lili Caneças

samuel disse...

Anónimo (10:58):

Depreendo portanto, que o meu anónimo amigo considera, por exemplo, que Santana Lopes é menos ridículo e inútil do que Lili Caneças.

Pronto... é uma opinião... ☺ ☺ ☺ ☺

maia disse...

Por isto, por estar sempre actualizado, o Cantigueiro é O BLOGUE. Há outros blogues de que gosto muito, mas este é o meu blogue.
O jornalista não pôs os nomes de CUNHAL e BARATA MOURA porque só olhou em frente, rasteirinho e a eles, mais acima, não os viu.
Os pequeninos (sendo que o tamanho se mede do pescoço para cima) nunca vêem o que está mais alto. Foi só isso!
Um óptimo trabalho.
Abreijos.

donatien alphonse françois disse...

Mais esse tal correio da manha é um jornal?

Fernando Samuel disse...

Realmente, um jornalista não pode lembrar-se de tudo... e por isso só se lembra do que «deve» lembrar-se...


Um abraço.

Manuel da Mata disse...

E podia, para serem três, ter colocado uma fotografia do Professor e grande criador Urbano Tavares Rodrigues e também do excelente poeta e Prof. Doutor da dita UL, Manuel Gusmão.

samuel disse...

Manuel da Mata:

A lista seria bem longa e brilhante, companheiro.

Elísio Alfredo disse...

Como é que eles os podem conhecer se lhes pagam para só olharem para os outros? Mas a mim não me importa, que qualquer um dos nossos, sozinho, bate largamente aos pontos aquela molhada toda junta. Pelo que sabemos, aí pelo mundo fora, riem-se dos outros e respeitam os nossos. Escrevi NOSSOS.

Anónimo disse...

Não sei o que dizer, porque tanto haveria, neste espaço, necessariamente curto, mas uma evidência não pode deixar de ser referida: Indicaste, Samuel, apenas dois nomes, e que nomes, mas o que fizeste significa o grito contra o guetto em que há muito tempo colocam quem pensa, ou se julga que pensa, de maneira diferente do poder dominante. Sabes bem que assim é. Sabes, estou a escrever isto e no canto superior direito está a foto do Álvaro, o seu olhar determinado e confiante, como o conheci, e apetece-me dizer que, apesar de tudo o que está a acontecer, eles, os que hoje dominam, estão a lutar pela sua sobrevivência. A nós compete-nos lutar para que não sobrevivam, enquanto sistema, por muito mais tempo.
Um abraço do Norte
Valdemar

zemanel disse...

Álvaro...Quê????

Suq disse...

Onde fica a árvore dos patacos, em que partido político?


Vamos lá temos que "enfrentar" a crise ma na semos datouris na senhor semos os pagadores cumpadri!!!!