quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Cavaco Silva – Voltando à vaca fria... mas agora a sério





Cavaco Silva é um poço de virtudes! Que qualidades poderiam vir juntar-se à sua extensa ignorância e fraca competência? Várias!

A demagogia de feira mais barata, com a estória dos cartazes, como se não andasse a esturrar o nosso dinheiro há meses, em descarada campanha eleitoral.

A promessa balofa: «Vou ajudar com os meus conhecimentos e experiência a que Portugal encontre um rumo...» Porque não “ajudou” nos últimos cinco anos? Ainda não tinha conhecimentos ou experiência?

A vaidade parola e a patética arrogância e auto-elogio: «Onde estaria o país sem os meus conselhos e os meus alertas?...»

O paternalismo fétido: «Já fiz tudo o que podia, mas é meu dever ajudar...»


Desonestidade e falta de coragem: A tentativa de prejudicar os restantes candidatos, que não podem competir com a sua campanha diária na televisão, “desafiando-os” a seguirem a sua falsa poupança nas despesas de campanha, ficando assim ainda em maior desvantagem, mostra apenas um homem desleal e eternamente com medo de tudo o que mexe... incapaz de dar um passo, sem ter garantia de sucesso.

A mediocridade e absoluta inexistência histórica: Portugal, para este homem, não passa de um mero “balancete” enfiado numa gaveta do escritório da mercearia. Não há uma ideia nova sobre o futuro, não há uma visão universalista, não há nada!

Uma coisa tenho que lhe reconhecer: A extraordinária habilidade para se esquivar dos salpicos de lama e estrume que andam pelo ar sempre que muitos dos seus antigos colaboradores e ajudantes - notórios corruptos e vulgares bandidos - abanam as orelhas.

Voltando às dúvidas de Cavaco Silva, coisa rara nele, agora pergunto eu: Como estaria Portugal se nunca tivesse conhecido o formato de cara ou sequer o cheiro do Aníbal Ministro das Finanças, do Cavaco Primeiro-Ministro e do Silva Presidente da República?

E respondo: Muito melhor!!!


15 comentários:

trepadeira disse...

Claro.Com toda a certeza.
Um abraço,
mário

maia disse...

Onde estariam os conhecimentos e a experiência deste cavaco quando comprou acções do BPN, não cotadas em Bolsa e que valorizaram muitas vezes, em pouco tempo? Não achou estranho? Os seus conhecimentos de economia não o alertaram para a marosca? Com responsabilidades políticas, em vez de alertar para esta monstruosa fraude, foi, pela mão amiga dos Dias Loureiro & C., aumentar a sua conta bancária! Que confiança merece alguém com este perfil para Presidente da República? É preciso denunciar, denunciar, gritar que eles não querem saber do País para nada. Querem, sim, servir-se do bolo que todos pagamos.

Rosa dos Ventos disse...

Subscrevo!

Maria disse...

Elevado ao superlativo absoluto simples!
(não sei se é assim o nome agora, mas no meu tempo era!

Abreijos
(e lá vamos levar com a bocarra aberta a comer bolo-rei. Chiça!)

maria povo disse...

Nem queria acreditar quando ouvi essa frase: "onde estaria o Pais..."???????????

Não estaria à beira do abrismo e em vias de dar um grande passo em frente!!! estaria MUITO MELHOR!!!

o homem não se enxerga?!?!?

Realmente, quem tem todas as TVs, radios e jornais todos os dias e a todas a hora, para que precisa de outdoors?!?!?

o homem não se enxerga MESMO!!!

brigantino disse...

Este tão sério(ainda bem que ri pouco) snr. Silva não é aquele cuja casa civil diz que "S. Ex.ª aufere duas pensões de reforma resultantes dos descontos efectuados" por meia dúzia de anos de trabalho no banco de Portugal e na universidade?! E que acumula com o vencimento de P.R?!...

jrd disse...

Como estaria Portugal sem os seus (dele) amigos Dias Loureiro, Oliveira e Costa do BPN/SLN.

smvasconcelos disse...

E eu subscrevo todo o teu post!
bjs,
:)

Jorge S. disse...

Em 36 anos de suas Excelências, venha o diabo e escolha, de preferência na Soares & Cavaco Lda.

Antuã disse...

Gaba-te cesta rota que já não vais à próxima vindima.

Anónimo disse...

Outra de mérito do sr.silva foi quando,andava lá por S.Bento, ter mandado agredir selvaticamente os trabalhadores da INDEP vindo depois dizer na televisão que os trabalhadores se tinham agredido a si mesmo.É de calibre!

Graciete Rietsch disse...

Hipócrita, mentiroso, vaidoso, infame...foi o que classificou o discurso de Cavavo Silva.
Toda esta situação me cansa e desgosta muito.

.

Fernando Samuel disse...

Graças aos alertas e aos conselhos de Aníbal, Portugal é hoje um país próspero,desenvolvido, justo...
Sem os alertas e os conselhos de Aníbal, Portugal seria hoje um inferno.
Aníbal cumpriu a tarefa.
Obrigado Aníbal - podes ir fazer o inferno para outro lado.


Um abraço.

JP disse...

Excelente texto, subscrevo por inteiro!
Abraços

PLopes disse...

Subscrevo por inteiro. Além disso aquela postura asséptica do Sr. Anibal trás-me à memória um outro "virtuoso" economista que durante anos encarcerou o país...