terça-feira, 1 de janeiro de 2008

A bandeira...


Clicar na imagem para ver a dita e a letra, "em grande".

Eu não sou uma pessoa religiosa! Esta cantiga com que abro o ano, também nem por isso, embora o pareça e tenha ido buscar as suas palavras a uma tradição de culto do "Divino".
É uma letra cheia de segundos sentidos, da autoria de Vítor Martins, parceiro de sempre do Ivan Lins, que aqui a canta com a Simone, a Zizi Possi e Jorge Vercilo.
Serviu no seu tempo, tal como "Começar de novo", "Desesperar jamais" e outras destes e muitos outros autores e intérpretes, para "enervar" muito a censura brasileira.

"A Bandeira do Divino" 
Ivan Lins - Simone - Zizi Possi - Jorge Vercilo
(Vítor Martins/Ivan Lins)


11 comentários:

GR disse...

Não conhecia esta canção.
Gosto de Ivan Lins.

«A bandeira segue em frente
atrás de melhores dias»

«Que a fé seja infinita
que o homem seja livre»

Havemos de ser, talvez um dia!

GR

Maria disse...

E "enervou" tanto, esta e outras cantigas...
Obrigada pela partilha desta Bandeira, é um excelente início de ano...

GR disse...

Samuel,

Sem querer abusar permite-me colocar aqui este vídeo que me enviaram.
É também um gesto de solidário.
Anda perdida, acompanhada com o frio e a solidão.
Se alguém a quiser está em Grijó, freguesia de V.N.Gaia.
É linda!
http://www.youtube.com/watch?v=KtHVSzDZyw0

Espero que não tenhas ficado aborrecido, obrigado.

GR

Meg disse...

Bom Ano, Samuel!

E é assim que se começa o ano... a lembrar, a chamar a atenção, porque os tempos não vão de feição.

Toda a atenção é pouca.

Um abraço

Maria P. disse...

Excelente começo, bom ano.

Um abraço*

Rui Vasco Neto disse...

sam,
épi niú íãre.
vamos a eles?

avelaneiraflorida disse...

Uma Música LINDA!!!!!!!!
Que bom chegar aqui!!!!

"brigados" por mais este lindo post,caro Samuel!!!!

Bjkas!!!

Rosa Maria disse...

Samuel

Valeu mesmo ter visitado o seu blog porque este vídeo é fantástico.
Que bom!

Obrigada

Manuel Correia disse...

Mais um ano a cantar, a compor e a escrever em estandartes. Parabéns pela produção de 2007. Um abraço

samuel disse...

Obrigado a todos!
Começar o ano tão bem acompanhado (mesmo pelos "tímidos" que não comentam) é um luxo que não tem preço...

Abreijos.

Lua dos Açores disse...

Ora aqui eu estou em casa

Esta canção tem a ver com uma tradição de partilha de Pão que segundo rezará a história teve início com a festa dos Tabuleiros ou na que a originou e teve eco nas Ilhas Açorianas. Nas Ilhas a tradição é mantida com nuances de ilha para ilha. Em Santa Maria são realizados Impérios a partir do Domingo de Pentecostes e até ao final de Agosto. São "pagamentos" de promessas com base em esmolas que no dia da função são transformadas em refeição para todos. À mesa do Império sentam-se pessoas de todas as origens e condição social e todos comem e bebem. Esta tradição foi levada para o Brasil por imigrantes açorianos e é mantida no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e noutras paregens. Esta canção é linda. Ivan Lins já actuou no Festival maré de Agosto em Santa Maria e eu tb gosto muito dele (não faz mal fazer publicidade à Ilha, faz?? LOL).

Mais uma vez no Mulheres de Atenas tem post com título Vivó!!!

Beijos