segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Olha o Sol que vai nascendo...






Se o timing das chegadas e partidas desta vida obedecesse a alguma espécie de lógica compreensível pelas pessoas comuns, este homem bom estaria hoje a festejar os seus 65 anos.
Harrison não foi muitas vezes autor de cantigas dos Beatles, mas quando foi, foi grande.
Esta cantiga, em particular, quando a cantarolava com e para os amigos, ainda nos tempos de escola, antes de Abril, adquiria significados inesperados, carregados de futuro. Sinto que hoje a história se repete...
Gosto muito deste Beatle!

"Here Comes the Sun" - George Harrison
George Harrison  (25 Fev. 1943 - 2001)


17 comentários:

Maria disse...

Here comes the sun,
here comes the sun
And I say it's all right...

.... anda ver o mar
os meninos vão correndo
ver o sol chegar
menino sem condição
irmão de todos os nús
tira os olhos do chão
vem ver a luz

Porque será que sentimos que o sol vai aparecer, que flores vão nascer, sei lá o que mais eu sinto....

Abreijos...

Carminda Pinho disse...

Depois do belo comentário da Maria, só consigo mesmo e, concordando contigo Samuel, que também eu gosto muito deste Beatle.

Beijos

Mariazinha disse...

Linda,linda!
É daquelas canções que iluminam.
Muito bem.
Beijokas

Pinoka disse...

Que dizer..?
Do melhor.
Um abraço

amigona avó e a neta princesa disse...

É que se pode dizer mais? Eu também gosto muito!!!

poesianopopular disse...

Samuel
Depois da tua opinião, o que é que eu vou dizer?
Dá-me o braço! Anda daí!
Vamos até ao Rossío!
Abraço
José Manangão

Rosa dos Ventos disse...

Quem não gosta dele?1
Deixou de ver o sol demasiado cedo!

Abraço

Ana Luar disse...

Confesso não ser grande fã de George Harrison mas vale a letra da musica... Que chegue o sol e tb os sorrisos.
Bem precisamos!

Um beijo amigo...

Anónimo disse...

Realmente este "Besouro" fazia-nos acreditar em dias melhores. E este sábado o sol há-de vir!! Óh, se há-de!! Nem que chovam picaretas!!!

beta disse...

Ah, é verdade aquele anónimo não é um anónimo, sou eu!! Mas como não percebo nada de internetes,de vez em quando acontece isto...

Rui Caetano disse...

Uma boa escolha, uma boa recordação.

Luis Eme disse...

Também era o "Beatle" com quem mais me identificava, Samuel.

Talvez por ser o mais normal, o que menos explorou a sua faceta de membro da "banda do século"...

jrd disse...

Já somos, pelo menos, dois a partilhar a "vinda do sol" em George.

TINTA PERMANENTE disse...

Estas eternidades (merecidas)sempre me parecem como que um abraço do sol ao mar!
(assim um pouco no trocadilho do anagrama 'éternité' com 'étreinte')...

abraço!

Ferroadas disse...

....menino do mal trajar
um novo dia lá vem
só quem souber cantar
virá também

A primeira vez que lí estes versos, foi o Chico Fanhais que mos deu, em 1969. Era canção proíbida pelo fascismo.

Não te esqueças 29/2 20H

Maçã de Junho disse...

se eu tivesse vivido os áureos tempos destes meninos, andava com certeza atrás deles a arrancar cabelo e a gritar!!!!

muito muito bons

boa semana
M

Blue Velvet disse...

Sei a letra de cor, mas não sabia que era dele.
A ignorância da juventude...é um espaanto!!!
Abreijinhos de veludo