segunda-feira, 19 de novembro de 2007

A nojeira




Rais parta o "raça" do homem que não me sai da ideia!
Eu bem tentei dois posts atrás brincar com o assunto mas a azia não passa. 
O caso é o seguinte: o sr. José Manuel Durão Barroso tem família e amigos e certamente para a maioria deles é uma excelente pessoa, só que o meu encanitanso é com o Durão Barroso com que os que não são amigos nem membros da família têm que levar.
O homem reconhece que na decisão de ataque ao Iraque, foi enganado com "provas" e documentos falsos. Desse "engano"(?) eclodiu uma guerra cujos resultados se conhecem, fora o que está para vir...
Espantosamente, não se lhe ouve uma palavra de arrependimento nem um ataque ou crítica, leve que seja, a quem supostamente o enganou...
O que pensa então Barroso de tudo isto? Aproveita para fazer uma "contabilidade" porca sobre os alegados interesses de Portugal, com o nojo de frase "Do ponto de vista português não há nada a lamentar!", para logo a seguir, não fosse estar alguém com dificuldade para conseguir vomitar com a primeira frase, atirar a segunda "A prova é que eu fui quase logo a seguir escolhido para Presidente da comissão Europeia!".
Portanto o país "não perdeu nada" e o crápula até ganhou!

Quão "pequeno" tem que se ser por dentro para ser um político assim?

5 comentários:

Hertz disse...

Nem mais um camarada p´ra Bruxelas nem p´ra Lisboa...Barroso p´ro Iraque JÁ!

jrd disse...

Apesar da esmerada educação que recebeu na Suiça, o homem comprou a ida para Bruxelas com o mesmo oportunismo que utilizava nos seus tempos de camarada Abel.

Rui Vasco Neto disse...

Controla-me esse feitio, sam! Nunca, mas mesmo nunca chegarás a presidente da comissão europeia assim...

samuel disse...

...é, Rui.
Se calhar deitei tudo a perder...

Trilby disse...

Tu não vês que se o Bush o enganou agora tem que casar com ele... são noivos não podem indispor-se um com o outro...