segunda-feira, 1 de março de 2010

Ele há profissões tão, mas mesmo tão antigas!...



A luta do ser humano pela sua dignidade e pela justiça é velha de muitos séculos. Dentro dessa luta, destaca-se a luta das mulheres. Porque o “mais forte” tende a ser tirano, porque as religiões têm feito tudo menos ajudar... e por mais tudo aquilo que bem sabemos, a luta das mulheres tem sido ainda mais árdua.

Em todos os tempos e em todas as lutas houve sempre quem com um acto, com uma palavra, com um gesto, fizesse o processo retroceder, atraindo o descrédito sobre si e os seus semelhantes. É o caso da multimilionária herdeira e inútil “socialite” Paris Hilton, sempre pronta a esturrar numa festa ou numa tarde de compras aquilo que uma pessoa normal não ganha em vários anos de trabalho. Sempre pronta para ser notícia, custe o que custar.

Desta vez, segundo num recorte de secção “cor de rosa” de um jornal cheio de nódoas de café, produziu uma frase digna do seu intelecto e “profissão”:

«Todas as mulheres deviam ter quatro animais na sua vida: um vison no armário, um Jaguar na garagem, um tigre na cama... e um burro que pague tudo.»

A ver pela cadência dos seus “romances” erótico-mediáticos, o grande problema da jovem herdeira é que, mais tarde ou mais cedo, quase sempre mais cedo, todas as suas “conquistas” acabam por perceber qual o “animal” com que se envolveram.

12 comentários:

Mariazinha disse...

Olha que nós cá tambem temos "meninas" patrocinadas por televisões que se julgam actrizes/cantoras/modelos.
Dá só uma olhada ao "Famashow" da SIC.Enquanto isto os verdadeiros actores estão no desemprego.
É disto que impingem ao povo...

Abreijos

Maria disse...

Cruzes... esta deve ter massa castanha em vez de massa cinzenta dentro da caixa craneana...
É uma realíssima besta!

Abreijos.

anamar disse...

Dizia a minha avó..."vozes de burra não chegam ao céu..."

Se chegassem, ainda choveria mais, com certeza...
:))
Abracinho

Graciete Rietsch disse...

E temos aí o 8 de Março à porta onde não cabem mulheres como essa.
Elas não sabem, mas é também pela dignidade delas que lutamos.

Beijos

UdL disse...

Samuel, se me permites:

sempre gostei do termo "socialite" como eufemismo de puta inútil. Parabéns à parasita da Hilton que desempenha muito bem a profissão!

Antuã disse...

Coitadas das prostitutas que têm desta gente que se faz passar por isso.

Justine disse...

É triste, não é?

Fernando Samuel disse...

Gosto mais de a ver na foto da direita...

Um abraço.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Poxa, vc não teve pena! Adorei!

Membro do Povo disse...

Esta senhora -e muitas outras- não passam de um produto decadente, numa sociedade (capitalista) decadente, criado por um capitalismo há muito em decadência com o objectivo de ser aquilo isso mesmo: decadência! e nada mais. Com essa historia dos quatro animais, como com tantas outras, esta senhora, e tantas outras, atenta precisamente contra a imagem da mulher na sociedade, transfigurando o ser que é mais explorado num oportunista.

Nelson Ricardo disse...

Eu,dia 8 de Março, estou com as mulheres e a sua luta. Mas pelas mulheres do Mundo do Trabalho, pelas minhas camaradas proletárias espalhadas pelos quatro cantos do mundo. Não as p.tas burguesas. Essas hão-de arder na mesma fogueira que os maridos delas.

samuel disse...

Per tutti:
Tocou a esta, coitada, teve azar...
Se começo a tropeçar nas “nossas”, nunca mais paro.


Abraços gerais.