sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Alicia Alonso - Ovação de pé



Mais de cinquenta anos separam estas duas fotografias de Alicia Ernestina de la Caridad del Cobre Martínez del Hoyo (Havana - 1920), Alícia Alonso, apenas, para os amantes da dança. Antes da captação da primeira imagem, autografada e datada, já ela tinha feito muito caminho na sua arte. De lá até hoje construiu uma carreira cheia, como bailarina e, sobretudo, como criadora e directora do Ballet Nacional de Cuba, instituição artística prestigiada em todo o mundo, independentemente das simpatias ou antipatias em relação às opções políticas daquele país.

Como nos conta o “Cravo de Abril”, por ocasião de mais uma edição do Festival Internacional de Ballet que se realizará em Havana de 28/10 a 7/11 e que ocorre justamente «en el año de homenagen a la prima ballerina assoluta Alícia Alonso» a directora encarregou-se de enviar os habituais convites nestas ocasiões.

Um dos convites, no entanto, está longe de ser habitual. Alícia Alonso resolveu convidar pessoalmente o presidente Barack Obama a estar presente… mas acrescentou convites para o presidente se poder fazer acompanhar pelos cinco cubanos injustamente presos há doze anos nos EUA.

Em primeiro lugar, evidentemente, gostaria muito de saber que estes homens estavam finalmente em liberdade. Segundo, estaria disposto a aplaudir Obama por esse gesto. Terceiro, adoraria ver a cara de alguns babosos “obamaníacos” que, enfim…

Resumindo, a grande Alícia Alonso até poderia “dançar” tão bem quanto eu, pois com este brilhante “fouetté”, “gran jeté”, “battement frappé”, “attitude”… o que lhe quiserem chamar… merece uma longa e sentida ovação. De pé!

6 comentários:

Maria disse...

Merece sim senhor!
E o convite é inteligente!!!

Abreijos.

smvasconcelos disse...

Totalmente de acordo!
vamos ver se Obama aceita o (grande e brilhante) desafio de Alicia... Faria História e até eu o aplaudia, também.
bjs,

maia disse...

Como um simples convite representa uma grande e digna LUTA. Aplaudamos de pé.

Fernando Samuel disse...

Se merece!...

Um abraço.

Antuã disse...

Achas que o terrorista, Prémio Ignobel da Paz, iria aceitar oconvvite?

Graciete Rietsch disse...

Como já li várias vezes, vou repetir.
Obrigada companheira Alícia.

Beijos.