terça-feira, 21 de setembro de 2010

José Sócrates & Helena André, Lda. – Um monumento à falta de vergonha



Há dias assistimos a mais uma das inúmeras peças da mais rasteira propaganda, que são a imagem de marca do inútil que faz de primeiro ministro. Desta vez era a pomposa inauguração de mais uma creche, com direito à presença das televisões e ao adereço de mau gosto que é a ex “sindicalista” ministra do trabalho, Helena André.

O demagogo e mentiroso compulsivo aproveitou a ocasião para gabar a obra inexcedível do seu Governo, nomeadamente no que respeita à rede de creches. Chamou-lhe reforma «silenciosa, mas grande», dizendo que Portugal já ultrapassou a meta europeia em termos de cobertura.


Andou bem o “Jornal de Negócios”, que logo no mesmo artigo em que veiculou esta notícia, esclareceu que a creche tão pomposamente inaugurada pelo primeiro ministro, era afinal uma creche privada, construída pelo “Grupo Auchan”, que irá, no futuro, construir mais algumas, sempre junto aos seus hipermercados e para servir, prioritariamente, os seus funcionários.

Isto leva-nos a outro artigo, também do “Jornal de Negócios”, onde se desmonta este mito, ou melhor, esta grande aldrabice, das centenas de creches “criadas” pelos governos de José Sócrates.


Se estes números estão certos, repito: andou bem, o “Jornal de Negócios”!

Como disse a abrir, este homem é um inútil! Quando cair do lugar (mais cedo do que tarde, espero!) as suas “qualificações profissionais” serão tão imprestáveis quanto ele o foi para o país. Terá a sorte, como tantos outros antes dele, de vir a ser recompensado pelo seu trabalho político em favor dos “grupos auchans” e "sonaes" deste mundo, com um qualquer lugar de vogal ou administrador não executivo numa qualquer grande empresa, o que lhe permitirá manter o nível de qualidade do guarda roupa que o fez “o primeiro ministro mais bem vestido do mundo” e, há bem poucos dias, o homem “mais sexy” de Portugal... pelo menos na cabeça das votantes leitoras do Correio da Manhã... e alguns leitores, muito provavelmente.

Adenda: Espero que ninguém venha insinuar que o “Jornal de Negócios” não passa de um panfleto controlado pelos comunistas...

11 comentários:

cid simoes disse...

ministra ex sindicalista da UGT da UGT, não esquecer também que a UGT a UGT gerou o patrão dos patrões. A UGT ninho de víboras.

Membro do Povo disse...

Talvês o jornal de negócios não ganhe tal fama, mas alguém vai ser despedido.

Graciete Rietsch disse...

Mentiras sem perdão!!! Creches privadas!!!!! E eu que julgava que era mais um acto de propaganda do governo!!!!!!!!!

Beijos.

Lídia Craveiro disse...

Este país é uma vergonha! Se fosse mais nova ia-me embora, mas uma coisa hei-de fazer sempre: votar não a esta gente(inha).

trepadeira disse...

É assim que se constrói a obesidade mental de um povo.Ainda mais perigosa do que a obesidade física.
Um abraço,
mário

do Zambujal disse...

Um 1º ministro como este, "socialista", uma ministra do trabalho como esta, "sindicalista", quanta desfaçatez!
Mais uma excelente mensagem, cantigueiro.

Saudades e abraços

duarte disse...

deve ter sido obra de algum agente comuna infiltrado.
Ou mais uma jogatina para que a dança das cadeiras continue.
Eu cá sei para onde os mandar.
abraço do vale

jrd disse...

Falta o João Amarelo Proenxa, para tomar conta das criancinhas.

Antuã disse...

O PS tem uma grande colecção de vigaristas.

Maria disse...

O grupo auchan fez apenas o que o capital deve fazer para sobreviver. Às tantas ainda paga o salário aos seus funcionários, para poderem comer e alimentarem os filhos... é a cadeia que conhecemos.
Mas tu estás com um 'mau feitio' do caraças: não tinhas uma foto onde a ministra aparecesse sem este ar de lobo mau que te vai comer?
:))))

Abreijos.

Fernando Samuel disse...

Ou: mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo...

Um abraço.