terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Crianças vítimas - Desculpem-me a brutalidade...


Mesmo sabendo que posso estar a convocar a ira de todos aqueles que, ainda que não o confessando de viva voz, acham mesmo que uma criança branca alemã, francesa ou norte-americana, vale mais do que dez, ou mesmo cem crianças negras, árabes... ou, como diriam Caetano Veloso e Gilberto Gil, quase negras ou árabes, de tão pobres... ainda assim atrevo-me a este desabafo:
Embora também horrorizado com o massacre tresloucado das crianças da escola dos EUA e entendendo o atractivo editorial (e comercial) das catadupas de notícias sobre as crianças assassinadas, as professoras heróis, a mãe amante de armas, as lágrimas de Obama, o choque de Passos Coelho, etc., etc., etc... ainda assim, como ia a dizer, gostaria de lembrar aos nossos queridos directores de informação dos vários media que as crianças até hoje chacinadas pelos aviões israelitas na faixa de gaza, ou as crianças do Iraque, ou do Afeganistão, até hoje chacinadas por aviões pilotados pelos “irmãos mais velhos” de crianças norte-americanas exactamente iguais àquelas da escola de Sandy Hook, em Newtown, Connecticut... também eram lindas, todas gostavam de ir (ou poder ir) à escola, todas gostavam de (ou poder) brincar, todas tinham mãe e pai e irmãos e amigos... e um futuro à sua frente. Essas nunca têm nem uma pequena fatia desta atenção por parte dos media.
Tanta parcialidade enoja!!!

9 comentários:

Bolota disse...

Samuel,

Falam em tudo menos no qeu deviam falar. Alguem culpa os Falcões, aqueles que alimentam as guerras de armamento e tudo o que cheire a (rebeldes)???
Quantas familias americanas não terão um veterano de uma guerra qualquer??? O animal que fez isto, é o fruto do povo que o alimenta fazendo querer que ele é um RAMBO...logo pode matar.

Abraços

Maria disse...

Há ainda os que, em África, são mortos à fome. Outra maneira de matar, mais silenciosa mas não menos criminosa.

Beijo.

Anónimo disse...



na "mosca"!

vovómaria

Antuã disse...


Para a "Sifilização Ocidental" só as crianças norte-americanas é que o são. Claro, que as crianças norte-americanas negras ou que morrem à fome também não são consideradas crianças.

Mar Arável disse...

Tens toda a razão

as crianças não têm pátria enquanto crianças

Pata Negra disse...

Que todas as crianças sobreviventes de todos os massacres cresçam e lutem por um mundo sem armas! As crianças americanas são tão crianças como todas as outras crianças, as armas americanas são tão ilegítimas como todas as armas!
Tirem os brinquedos a essas crianças velhas que matam com eles as crianças novas!
UM abraço com toda a concordância

Olinda disse...

Precisamente!Tens toda a razao."A rica teve um menino,a pobre pariu um moco"

Um abraco

Campista selvagem disse...

Afinal qual é a principal industria dos "U.E.A" quem cria ventos colhe tempestades, no entanto estas crianças não têm culpa, enquanto crianças...

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=4K5gBGzcrBs&feature=share

Acho que diz tudo....