segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

PCP e Henrique Monteiro – Grande “análise”!!!


Registo e desenvolvo o desabafo do Rui Vasco Silva. O cidadão Henrique Monteiro deve ter (à semelhança de todos os jornalistas cujas “vidas particulares” dependem economicamente dos jornais em que escrevem, sejam do senhor Balsemão, do senhor Belmiro, ou do Xico dos Anzóis...) uma vida muito triste!
Defende no “Expresso” a teoria segundo a qual o facto de uma boa parte dos membros do Comité Central do PCP serem funcionários do partido os transforma numa espécie de “zombies” sem voz, ou opinião, ou iniciativa, com vidas «semelhantes e uniformizadas».
Logo a seguir, como se fosse para atenuar a calúnia, decide dividir o mal pelas aldeias, dizendo que nos outros partidos se passa o mesmo... só que aí, na forma de distribuição de tachos no poder e jobs for the boys.
Ficamos então a saber que, para além da indigência da análise sobre o funcionamento do PCP, Henrique Monteiro valoriza da mesma forma o trabalho denodado e militante, a vida voluntariamente modesta (sem ganhos monetários dignos sequer desse nome) dos funcionários comunistas... e os lacaios que o PS e o PSD vão, ao longo dos anos, cobrindo de dinheiro e mordomias, em empregos o mais das vezes inúteis, dentro da máquina do Estado.
Há já muito tempo que, de vez em quando, tropeço nestas bostas escritas por Henrique Monteiro, na crónica que tem o título provocatório de “Chamem-me o que quiserem”. Ora então não seja por isso... é hoje!

Atrasado mental!!!
(E isto porque hoje estou bastante bem disposto!)

11 comentários:

Maria disse...

atrasado mental é mimo para uma cabeça que, se pensa, consegue escrever assim...

Abreijo.

Rogério Pereira disse...

Sabujo!

Graciete Rietsch disse...

Atrasado mental, mentiroso , difamador e tudo o que mais se lhe puder chamar!!!!

Um beijo.

Reaça disse...

Este gajo é mais reaccionário que eu.

Eu, ao partido comunista só condeno o apoio crónico aos sindicalistas dos comboios (daquilo que ainda mexe)e dos professores.

Estes, juntamente com os banqueiros foram muito responsáveis pelo pântano, pelo monstro e pela tanga.

Cumprimentos

Jose Rodrigues disse...

Diz na Wikipedia que esta besta escrevia-- com mais alguns tachistas novo tipo--na voz do povo da UDP.O gajo já andava por lá a treinar para ser da VOZ DO POLVO...chularia é o que é!

Abraço

João de Sousa Teixeira disse...

Contribuí, com a minha opinião, para as teses e o programa do PCP. Não fui depois ao XIX Congresso como Delegado ou Convidado: havia, felizmente, mil pessoas melhores que eu. Tudo o que os meus camaradas que lá estiveram aprovaram é justo e eu concordo. Um deles disse que foi um Congresso sério e honrado. Bardamerda os atrasados mentais!

joão césar santos fernandes disse...

QUEREM MELHOR EXPLICAÇÃO DA QUE É DADA,PELA COR DA GRAVATA.HAVERÁ MELHOR FORMA DE APRESENTAÇÃO.
O DONO VAI-LHE AGRADECENDO.

joão césar santos fernandes disse...

A COR DA GRAVATA DIZ TUDO.
É UM BOY TACHISTA,QUE ESCREVE,PARA AGRADAR AO DONO.

Antuã disse...


Seria bom que este cronista nazi fosse para casa da mãe dele.

Anónimo disse...

"... porque estou bastante bem disposto" e, pelo que vejo/leio, muitíssimo bem educado.
Margarida - Mafra

Olinda disse...

O "iluminado",ê pago para influenciar nocivamente a opiniao pûblica.Fizesse ele,um trabalho honesto,e nao teria as mordomias que tem.Por causa desta gente,que se vende,ê que eu estou no PCP.