terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Admito que deve ser algo "enervante"...




Por questões de trabalho, umas poucas horas durante a sessão de encerramento, foi tudo o que consegui ver ao vivo do XVIII Congresso do PCP, no Campo Pequeno, para o qual fui gentilmente convidado.

Durante um momento mais calmo, dei comigo a divagar e a pensar que se naquele instante entrasse ali um touro de fina estampa (daqueles que por vezes visitam aquela arena), perante o ambiente e especialmente o colorido do recinto, “passar-se-ia dos carretos”... se bem que não tanto como alguns políticos, comentadores e bloggers da nossa praça.

14 comentários:

alex campos disse...

Aqueles que estão a chorar a grande oportunidade que perderam. Então o Campo Pequeno cheiínho de comunas...

um abraço

salvoconduto disse...

Ui, ui, ui, o que tu foste dizer, vão já dizer que estás a fechar portas...

A propósito às vezes parece-me que andas "nesses" blogues a pregar no deserto, não olham a meios...

Abraço.

BlueVelvet disse...

Pelas fotografias, estava engalanado a rigor.
Muito bonito.
Abreijinhos

Mundo De Aventuras disse...

Eu preferi meter a mão na memória e sorrir divertido com o panorama dos incendiados discursos em torno da união da esquerda. Quem se lembra quem eram os actuais B.E.? UDP's e PSR's quem mais? trotskistas e maoistas (estalinistas) e ainda uns chinesistas especiais vindos do MRPP caso do Fernando Rosas...
Todos temos direito a mudar, uns menos que outros.

Pior que o caldeirão onde caiu o Obélix.

É caso para dizer IX....

Nuno Góis disse...

Andam todos com uma dor de cotovelo muito grande.
Sentem-se perseguidos. É algo de patológico, não sei se tem cura.

duarte disse...

eheheh!
daqui fala(pouco)mais um comentador...
mas samuel: os toiros pegam-se pelos cornos!
duartecomcarretostortos

Maria disse...

Tás lixado...
Se já não te contratavam, agora ainda menos...
:))))

Abreijos
(não te vi lá, mãs éramos tantos mil...)

Orlando Gonçalves disse...

Bem podem espumar da boca, estes três dias fica demonstrado que o PCP quer ser um partido de poder, para aqueles que tinham duvidas aqui fica a prova, no entanto este poder não será alcançado a qualquer preço. Alianças só mesmo a dos dedos. E ainda bem porque seria por certo mais do mesmo.

Justine disse...

É sempre "enervante" ouvir as verdades para os que vivem de jogadas e desonestidades!

anamar disse...

Não tenho palavras
só lágrimas (entenda-se emocão)
para o que aconteceu naquele espaço rubro e ao rubro...
Abraço
ana

Fernando Samuel disse...

É que qualquer touro é mais sensível do qualquer desses «políticos, comentadores e bloggers»...


Um abraço.

Daniel disse...

Os toiros são daltónicos. E muitos políticos também.

Hilário disse...

Existem certos politicos, comentadores e bloggers que deveriam de levar eram umas belas marradas, mas enfim, deixós poisar como se diz na minha zona.

Um Abraço

Liberdade disse...

Distinções atribuídas pela organização Reporter Without Borders:

2008 - Journalist of the Year: Ricardo González Alfonso, de Cuba;
Actualmente preso na Prisão de Máxima Segurança Combinado del Este, cumprindo pena de 20 anos desde 2003 por supostos «actos contra a independência ou integridade territorial do estado»;

2008 - Media prize: Radio Free NK, de jornalistas da Coreia do Norte;

2008 - Cyber-dissident: Zarganar e Nay Phone Latt, da Birmânia;
O blogger e popular actor e realizador Zarganar foi em preso em Junho de 2008 depois de falar com a imprensa estrangeira denunciando os 2,4 milhões de pessoas que permaneciam desalojadas e sem qualquer apoio, vítimas do ciclone de Maio deste ano. Em 21 de Novembro passado foi condenado a 45 anos de prisão. Uma semana depois foi condenado em pena suplementar de mais 14 anos.
O blogger Nay Latt, de 28 anos, foi condenado em 10 de Novembro a 20 anos e seis meses de prisão por alegadamente violação do Electronic Act, que prevê pesadas penas para os que usarem a internet para criticar o governo.