quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Banco Português Privado - "Rien ne va plus!" (Célebre expressão francesa para o nosso "É fartar, vilanagem!")



Recapitulando, já toda a gente percebeu que o BPP não é um Banco.

Um Banco digno desse nome, tem dependências espalhadas pelo país, tem pequenos depositantes, sejam eles trabalhadores que ali gerem como podem os seus ordenados, sejam reformados que ali têm as suas pensões e as parcas economias, pequenas e médias empresas que ali se apoiam para fazer respirar a economia nacional e criar postos de trabalho, aliás, diga-se, a esmagadora maioria dos postos de trabalho do nosso país. Um banco, ganha milhões esmifrando Euro a Euro a todas estas pessoas e empresas, emprestando dinheiro para um carro e cobrando três, fazendo o mesmo com as casas... mas é assim que funciona.

O BPP não é nada disso. O BPP está confinado, fazendo fé nas reportagens televisivas, a uma luxuosa mansão em Lisboa, uma espécie de grande pano verde de jogo, onde um grupelho de milionários como Rendeiro, Balsemão, Saviotti, Vaz Guedes, etc, “depositam” parcelas disponíveis das suas grandes fortunas pessoais, para as colocarem nas mãos de alguns “habilidosos” que se encarregam de as jogar fortemente nos verdadeiros casinos que são as Bolsas de Valores do mundo inteiro. Por vezes... perdem!
O BPP é tão irrelevante no panorama económico nacional, que quando fiz uma pesquisa no “Google” com as palavras “accionistas BPP”, o motor de busca perguntou-me se eu não quereria dizer “accionistas BPI”.

Mesmo assim, o Governo de Sócrates resolveu “dar a mão” aos amigos, na forma de aval do Estado, "incentivando" vários bancos comerciais a "salvarem" as falhadas aventuras especulativas bolsistas de alguns dos nossos milionários, com o dinheiro de milhões de contribuintes que, como é sabido, “não têm interesse para o BPP enquanto clientes”.

De qualquer modo, compreende-se!...
Os quadros do “centrão dos interesses”, uma espécie de PS-D, que nos governa vai para mais de trinta anos, vivem de olhos postos nas saídas profissionais de luxo, que terão ou não, quando saírem dos governos, as quais dependem da “posição” em que se colocarem na vida perante os donos do dinheiro.
Uma boa parte dos quadros políticos do “centrão de interesses” tem os olhos postos nos seus ídolos, os Pina Moura, Ferreira do Amaral, Constâncio, Jorge Coelho, Armando Vara e por aí fora, a perder de vista... (os do BPN não contam, tiveram “azar”).

Se os donos do dinheiro deste país apertarem um pouco mais com este tipo de governantes, no futuro terão cobertura do Governo, até para as suas perdas ao jogo no Casino do Estoril, Lisboa, Vilamoura, Monte Carlo... é escolher!...

Recapitulando, já toda a gente percebeu que este caso é mais uma vergonha!

12 comentários:

salvoconduto disse...

Mas ainda há disso? Não era suposto a vergonha ter desaparecido há algum tempo?

Maria disse...

Já disseste tudo.
Podia acrescentar que num país decente poderia ser um "caso de polícia"...

Abreijos

do zambujal disse...

Olha que vai haver mais "azarentos" além dos do BPN e a exemplo de estrangeiros...
E é tão perigoso quando "eles" estão com "pouca sorte" ou apenas "feridos"!

Mais uma "boa malha", Samuel!

amigona avó e a neta princesa disse...

Ai, ai, pois!!!
Abreijos...

GR disse...

Enquanto o desgoverno enriquece ainda mais os capitalistas com o dinheiro dos trabalhadores, reformados, desempregados, vamos lentamente morrendo à fome.
Já nem vergonha é!Desumanidade é, a palavra exacta.


GR

Lena disse...

"rien ne va plus, les jeux sont faits"
e agora aparece ao de cima "toutes les magouilles" desses senhores de fato e cravata...
de fato e cravata...so aparencia...
por dentro, tem pouco de gente humana e civilizada.

Um beijo

poesianopopular disse...

Samuel
Infelizmente para nós, ainda nem todos perceberam, e haverá até alguns, que estarão de acordo com a atitude deste DESgoverno, não é por acaso que chegámos a esta situação, por mais que nós gritemos "de pé de pé ó companheiros",alguns ainda preferem ficar ajoelhados, é a triste realidade. Da tua certesa e da minha dúvida há-de nascer a luz, que iliminará o caminho à maioria.
Abraço grande.
Abraço

duarte disse...

Samuel...tenho aqui um pau que vale uma fortuna...se eu lhes der com ele,sempre estarei a partilhar a minha riqueza?
justiça sim...mas de fafe!!!#&=&%$$%$#%!!!!
duarte um trasmontano.

Lúcia disse...

Incomentável!!

Beijos

Anónimo disse...

Mas que teia! Isto não é um governo, é o conto do ALi Bá Bá e os 40 ladrões.
Em qualquer País a sério isto seria caso de polícia, aqui é caso de "COMPAXÃO" com os pobrezinhos dos riquinhos.
Os porcos até tinham (têm)avião para transportar as prostitutas para animarem os finais das reuniões da Administração. PORCOS

Mas fica tudo bem, o Oliveira e Costa é o único que está preso, mas vai sair antes do Natal, por razões humanitárias, está velho, doente...etc.

Cambada de porcos, Ladrões fascistas.

O Povo ha-de levantar-se e espezinhar estes parasitas.

Abraços da Lagartinha de Alhos Vedros

Fernando Samuel disse...

Mais uma GRANDE vergonha...




Um abraço.

Anónimo disse...

isto vai acabar mal..
muito mal..a revolução de 74 ainda não terminou..
alias não foi nada comparado com o que vem por ai em breve!
ACORDEM PORTUGUESES!!!SEUS NABOS!!!
SOMOS TODOS ROUBADOS E NADA FAZEM!!!