sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

E ninguém chama uma ambulância?



Os Secretários de Estado multiplicam-se em declarações “indigentes”, a Ministra da Educação diz que está completamente aberta a alterar, mudar e até substituir o modelo de avaliação de professores que não está a deixar pedra sobre pedra no nosso ensino público... mas só depois de este ser aplicado.

A oposição, em coro, diz que esta ideia é absurda, muitos dizem que é pura arrogância, muitos mais dizem que é teimosia cega.

Eu, já no limite da paciência para este assunto e esta gente, digo que é bom que isto seja “apenas” uma enorme canalhice que este governo do insuportável Sócrates quis fazer aos professores, mas que por força da dimensão da luta e resistência de toda a classe (que ultrapassou tudo o que deviam esperar) entrou em derrapagem e descontrolou-se totalmente.

A não ser assim, então trata-se de um estado clínico muito grave!

8 comentários:

salvoconduto disse...

Só lá vai com internamento...

Maria disse...

O "brain" da mulher está todo branco...
Quem é que pode entender tamanha arrogância? Se admite que o modelo está mal e diz que o vai alterar, porquê só para o ano? Será porque é ano de eleições?
Já é Histórica esta Luta dos Professores. Espero que ainda o seja mais...

Abreijos

Ana Camarra disse...

Samuel

Mais valia ser um caso clinico grave mas não acredito...

Beijos

Fernando Samuel disse...

Inclino-me mais para o estado clínico muito grave...

Um abraço.

duarte disse...

como medida profilactica,aconselho a lobotomia...se não funcionar,que tal um enxerto...
mas claro,há lista de espera(não tenho mãos para todos),por isso,só em 2009!
Mas se quiserem meter uma cunha...
pode ser já!
duartenovale

Anónimo disse...

Não posso crer, atão a Sinistra já admite que o modelo não presta, mas diz que deve ser aplicado este ano! Quem entende isto? não presta, não serve para o ano, também não serve este ano, não é?
E disseram eles que os profs não tinham atingido os seus objectivos... mentirosos!
Pois também há outro problema, é que o modelo de avaliação da função pública é do mesmo estilo, sendo assim também a função pública tem legitima razão para contestar o modelo de avaliação imposto.

Viva a luta dos professores
Viva a luta de todos os trabalhadores
Venceremos!(canta tu que eu não sei)

Abraços da Lagartinha de Alhos Vedros

Antuã disse...

Isto é um governo de corruptos loucos.

BlueVelvet disse...

Tinham que chamar um corpo de bombeiros inteiro, porque só uma não chegava.
Assim levavam o executivo todo de uma vez.
Abreijinhos