segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Reflexões pós fim de semana



Decididamente, o Zé continua a fazer falta. Move-se é a uma grande velocidade!... A quem fará falta o Zé, para o mês que vem?

Decorreu em Lisboa o “Fórum das Esquerdas”. Francamente, até eu, que considero não ter entre os meus defeitos a megalomania, quando sonho com uma futura (e desejável) unidade de forças, partidos e personalidades de esquerda, sonho com uma coisa bem mais “vistosa” e com mais (e outra) gente!

Mário Soares está visivelmente assustado com a maré que se desenha à esquerda do seu PS (e até dentro dele). Depois de assinalar a “extraordinária coragem” da arrogante Ministra da Educação, partiu para o elogio gratuito a Sócrates, figura que há bem pouco tempo fingia abominar.
A última vez que se assustou assim seriamente com a esquerda, em 1975, pediu ao agente da CIA Frank Carlucci e aos seus amigos americanos, que viessem invadir Portugal, militarmente. Dessa vez, não lhe fizeram a vontade, limitando-se a oferecer-lhe dólares, aos milhões, para pagar a contra-revolução.
Quando e a quem, pedirá novamente “ajuda”?

10 comentários:

salvoconduto disse...

Compreensível, porque já estamos habituados a marginalização dessa "outra gente", já menos compreensível quando "alguém dessa outra gente" se transforma em inocente útil "desta gente"...
Se fosse minha oferecia-lhe a bota...

Abraço

salvoconduto disse...

Espero que a pequena, grande diferença não seja mal interpretada. Onde escrevi habituados a..., deve ler-se habituados à...

Maria disse...

O tipo não se assusta com este Fórum.
Irá tudo para a mesma panela e de lá sairá uma bela açorda para lhe estampar nas fuças.
Essa bota é com certeza de alguém que trabalha a sério, o que não me parece aconteça com o Zé, o que não-faz-falta.

Abreijos

alex campos disse...

Mudaram de táctica. Pelo que parece já têm o líder da CGTP com eles. A estrastégia do Alegre para "soutenir" o Sócrates, pelos vistos, está a resultar.É o que me dói.

Um abraço

Meg disse...

Samuel,
Eu confesso que já não sei o que dói mais... estou cansada.
Mas gostei da bota e da sua simbologia.

Abreijos

Estafermococus disse...

Esta bota dava jeito ao jornalista iraquiano.

duarte disse...

podes crer estafermococus...
samuel...bem me parecia que era preciso botas para andar nesta trampa(que diga-se de passagem não fui eu que fiz)...e é elástica?
havemos de afoga-los escatológicamente para provarem o que dão ao povo que aqui jaz moribundo e amorfo...
Os states estão numa situação tal que até aos patrões é pedido um esforçozinho...
Por isso o zé portuga (sapato de bico ou bota) terá de se amanhar sózinho...
olha e devolve a bota ao bochechas ou então manda-lhe umas fraldas!

Hilário disse...

Esta é mais uma das representações de Mário Soares.

O MS já não tem idade para se assustar e ainda por cima com espectáculos que ele próprio ajudou a construir e a realizar.

Fernando Samuel disse...

Quando for necessário e a quem for necessário. Ele pela democracia faz tudo...


Abraço.

lino disse...

Do pouco que vi na TV eram só umbigos.

Abraço