sábado, 20 de dezembro de 2008

Um pouco mais de luz





Como se pode ver, o “Cantigueiro” não está com o mesmo aspecto. Não se passou nada de especial. Estava apenas já um pouco cansado da cor das paredes e decidi pintar tudo de branco e, já agora, mudar para uma sala um pouco mais espaçosa.
Quanto ao resto, nada mudou! Entrem, sentem-se. Fiquem à vontade...

10 comentários:

duarte disse...

estás bem por aqui... só falta um bom cohiba...
abraço do vale

Anónimo disse...

Venho apreciar este magnífico blogue e desejar um santo e Bom Natal e um Próspero Ano Novo, tudo cheio das maiores felicidades, repleto de esfusiante alegria, com tudo de bom, com muito bacalhau e rabanadas minhotas.

Anónimo disse...

Pois ... a sala está mais espaçosa, lá isso está... e agora? Também vou ter que mudar a mobília. É que agora fica-me um bocadinho de fora do ecrã.
Mas, no que respeita a espaço, vou-me vingar agora mesmo!
Desejo-lhe de Boas Festas, pedindo emprestado este poema ao José Carlos Ary dos Santos que, afinal, continua tão actual.

Quando um Homem quiser

Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo

És meu irmão

Natal é em Dezembro

Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e comboios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro

Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Anónimo disse...

Desculpa mas não me sento enquanto esse tipo estiver ai em baixo.

alex campos disse...

Faço minhas as palavras do cs. Mas antes de sair deixo votos de um bom natal.

abraço

GR disse...

Samuel,
A CML está a tentar vender os nossos Palácios entre 13,9 a 19,5 milhões €…será que neste tempo de crise, esta belíssima sala branca, cheia de luz, com este enorme espaço é um desses Palácios???
Sim, a casa está muito bonita.

GR

Maria disse...

Ah..... também precisava de mudar... a sério!
Um dia destes dá-me uma coisinha má e por aí vou eu...

Abreijos

Fernando Samuel disse...

Entrei, sentei-me e fiquei à vontade - não há como a companhia dos amigos para a gente se sentir bem.


Um abraço.

Anónimo disse...

Very good!

Anónimo disse...

gucci purse
cheap gucci
cheap gucci
gucci wallets
prada