sábado, 29 de novembro de 2008

"O meu coração só tem uma cor: vermelho e verde!" *



Por comparação com os meus “galácticos colegas” da Selecção Nacional, do Sporting ou do Benfica, acho que estou a caminho de atingir um verdadeiro “pico de forma”.

Sinto-me perfeitamente capaz de, sem favoritismos dos árbitros e perfeitamente sozinho, levar para aí dez a zero (ou mais) do Desportivo Futebol Clube... seja de onde for.

* Frase surripiada ao grande João Pinto, do FCP, que obviamente a dizia com "azul e branco".

7 comentários:

Anónimo disse...

É a cor do coração de muita gente, felizmente, com azar para aqueles que o têm azul.

Abraço e bom fim de semana.

BlueVelvet disse...

Isto é que vai uma açorda, compadre!
Abreijos

GR disse...

Apesar de tudo, o zaul e branco é uma cor bem bonita.

GR

Anónimo disse...

Porque é o que faz falta... Vamos acordar a malta...

Avisemos os Povos... Bora daí, bora!

(Bom Fim de Semana e Muita Luta!)

Anónimo disse...

Complexo de inferioridade, foi o que aconteceu. Ou de superioridade, no segundo caso. Em três jogos, três das quatro equipas mais representativas de Portugal levaram dezasseis golos e marcaram cinco. (Tomei em linha de conta a "cor" referida pelo Samuel e a equipa que a representa.)
Má sina ou falta de vontade?

duarte disse...

E se pusessemos uma bola de futebol
entre a bancada laranja e a bancada rosa,o jogo acabaria com um "match nul"...
duartenovale

Fernando Samuel disse...

Bora, todos a pôr as bandeiras à janela, já!



Um abraço.