sábado, 18 de fevereiro de 2012

E então não é que me sinto muito mais seguro?!


Diz-me o DN que o “faz-de-presidente” Cavaco Silva foi não sei onde, dizer não sei o quê perante não sei quem... mas que tinha um «cordão sanitário» a separá-lo dos jornalistas e do povo em geral, durante todo o tempo.
Mesmo sem aprofundar as razões da coisa, devo dizer que é talvez a ideia do ano, ideia que agradeço sem reservas a quem quer que a tenha produzido.
Sinceramente, a dar-se o caso de estar a passear numa rua ou praça, sentado numa esplanada, saindo de um café, sei lá... e na iminência de se aproximar uma comitiva de Aníbal Cavaco Silva, é muito bom saber que existe um “cordão sanitário” a proteger-me daquela imundície.

11 comentários:

do Zambujal disse...

Parece que anda, com a sua Maria, a ver se aumenta a população portuguesa! É o casal dos bons exemplos...

Um abraço

Provoca-me disse...

Pois realmente é uma das melhores ideias de sempre, porque estar perto desse traste não me iria fazer nada bem à saúde, nem a mim nem ao de muitos portugueses que tem a cabeça no sítio e sabe que aquele criminoso não faz bem a ninguém.

Eduardo Miguel Pereira disse...

Opá ! isso para um gajo se proteger dessa fonte de contaminação um cordão é coisa fraca.
Dois ou três cordões e e ...

Bom mesmo era dar uso à incineradora do Sócrates ... perdão, do Outão !

Anónimo disse...

Perante tanta merda, nada melhor que um "cordão sanitário".
Sentinela da Noite

Antuã disse...

Ainda bem que assim já me sinto protegido.

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

O que é isso? Bem, se fôr um tampão entre a continuada asneira, e a triste realidade dos outros Portugueses das camadas média, baixa, e dos famintos, desempregados e tec., acho bem. Viva o "cordão" salvador que nos distancia como disseste e bem da "...imundície...".

Pintassilgo disse...

Como nos atacam a saúde este cordão sempre nos vai protegendo de algumas doenças.

Anónimo disse...

Bom! Bom! Já se pode sair em segurança e não se encontrar seres que nos possam infectar!
Saudações
Vicky

Carolina disse...

A proteger-nos a todos!

Graciete Rietsch disse...

Que homem é este que até precisa de cordões sanitários para não contaminar quem passa nas redondezas?!!!!!!!

Um beijo.

trepadeira disse...

Cuidado,mesmo assim há que estar álerta,tal pesta é altamente contagiosa.

Um abraço,
mário