sábado, 11 de agosto de 2012

José Sócrates – Haja paciência!


Independentemente do grande gozo que me dá imaginar a enorme, funda e incontrolável azia que a divulgação do resultado desta sondagem/votação provocará em Cavaco Silva e Mário Soares, não deixa de ser algo deprimente verificar que, meses depois de um inglório abandono do cargo por parte de José Sócrates e, sobretudo, do que fez enquanto o ocupou, ainda há um universo de portugueses votantes capaz de o ir buscar à reciclagem para o declarar o "melhor primeiro-ministro de Portugal".
Claro que estamos a falar de um país onde os mesmo  "eleitores" (bom... provavelmente não exactamente os mesmos), ainda há bem pouco tempo, embora tendo uma mão cheia de opções, escolheram como “maior português” o assassino fascista de Santa Comba, António de Oliveira Salazar.
Tudo isto tem, pelo menos, uma utilidade: ajudar a explicar o atraso em que vivemos e, sobretudo, a “resistência” que muitos oferecem à mera ideia de sair dele e caminhar para o futuro.
Segundo me dizem... a paciência é revolucionária. Haja paciência!

11 comentários:

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

"...resistência que muitos oferecem...", lamentávelmente, quanto a mim, ainda é uma mera questão de não quererem ver "mais", para além dos três partidos que têm dividido o Poder Central, e levado Portugal a esta insustentável situação.
Paciência como uma atitude revolucionária (Mao Ttsé-Tung), talvez, mas que o Povo Português acorde em massa e depressa, do adormecimento em que o collocaram.

trepadeira disse...

Lá que essa cambada tem tropa e a mobiliza não há dúvida.É uma tropa fandanga,quase todos sem rosto e cobardes.

Paciência qb na luta.

Um abraço,
mário

Provoca-me disse...

Não há paciência para tanta estupidez e para tanta persistência no erro.

Pata Negra disse...

Sondagens! Eleições! Votos! Credo! Que tem isso a ver com a sopa?!
Um abraço pelo poder do povo

Antuã disse...

Não corro atrás da astrologia.

Anónimo disse...

Paciência?! Ignorância e tanta estupidez é de dizer basta!
Vicky

Graciete Rietsch disse...

Não encontro palavras para comentar a falta de esclarecimento deste povo português.
É preciso mesmo perder a paciência, porque a capacidade de "tentar encontrar razões" esgota-se.

Um beijo.

castrantonio disse...

HAJA MUITA PACIÊNCIA MESMO... MAS NADA MAIS ME SURPRENDE NESTA TERRA.
PODIAMOS FAZER UM FILME O TITULO SERIA... "OS PORTUGUESES DEVEM ESTAR LOUCOS" OU ALGO ASSIM!
BOA SEMANA

Anónimo disse...

bem, vamos lá com calma que essa treta que o Diário Digital anuncia como Sondagem não é sondagem nenhuma, ams apenas uma votação no site do jornal, sem qualquer valor científico que o de apurar Os Gostos dos Leitores do Jornal Online que se Deram ao Trabalho de Votar.

Não se faça o mesmo que o jornalista fez dando dignidade matemática e estatística a uma votação que a não tem e que com alguma arte até permite que se vote várias vezes.

samuel disse...

Anónimo (12:23):

Claro que esta tolice não pode ser levada muito a sério, caro amigo... mas a verdade é que, ainda que organizada a trouxe-mouxe, esta espécie de "votação", tanto no caso de Sócrates como no de Salazar, poderia ter tido outros resultados... mas não teve!

Saudações.

Pintassilgo disse...

O que é certo é que ainda há muita terra por desbravar.