quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Vital Moreira – No fundo...




Depois de ler as notícias sobre uma tal Vitaldent e as suas alegadas aldrabices... era fatal! Ligar “vital” e “aldrabices” tinha que me fazer lembrar deste cromo, coisa que, felizmente para mim, não acontecia há já algum tempo.
Lá fui de visita ao blog do homem... e ele não desiludiu. Continua, de uma forma vertiginosa, a sua uniformemente acelerada descida para a abjecção.
Cavalgando a insolente frase do lamentável ministro da Educação, quando disse, há dias, que a contestação dos professores «não é tão grande assim», Vital Moreira não resiste a acrescentar umas baboseiras da sua lavra:
«E tem razão. Comparada com a que foi feita a Maria de Lourdes Rodrigues, a contestação ao actual ministro da Educação é só para a bancada».
Como ainda não lhe bastava… acrescentou, como remate, uma das suas costumeiras e porcas provocações:
Sobre os sentimentos do nosso amigo Mário Nogueira pelo ministro Crato, falarão o seu trabalho diário, a sua acção sindical, a sua luta.
Já este remate provocatório do post escrito pelo blogueiro ultra-socialista, vem mais uma vez confirmar (como se fosse necessário!!!) que… no fundo Vital Moreira é um calhordas!

12 comentários:

Luís Coelho disse...

Há muito tempo que não se ouvia falar deste Vital Moreira, mas como não nutro nenhuma simpatia por ele nem dei pela ausência...

Antuã disse...

Valerá a pena falar de figuras abjectas como este vital?

trepadeira disse...

Também se pode apresentar queixa à deco contra os calhordas?

Um abraço,
mário

Graça Sampaio disse...

Deus do céu! Quanto ressabiamento! De facto, o homem não é nenhum portento da política mas daí a calhordas...que dizer do Cavaco, do Passitos, do Gasparito, do Paulinho das Feiras, and so on, and so on...

samuel disse...

Graça Sampaio:

Que dizer? Exactamente o mesmo... e nalguns casos, mais forte.

Seja como for, quando alguém diz do secretário geral de uma frente sindical (onde há muitos membros e simpatizantes do PS) que luta contra a política de um ministro de direita, "No fundo o Mário Nogueira adora o Crato"... por pura e porca provocação, não está em causa ser ou não um "portento da política". É um calhordas! Não presta!

Neste post não falei do seu trajecto pessoal e político, pois quanto a esse, não tenho um pingo de "ressabiamento": apenas sentimentos com nomes bem mais fortes... mas que não quero escrever.

Bolota disse...

Graça Sampaio,

O Samuel é um senhor e dai lhe responder como respondeu, mas o Bolota como é Balezoero...

Sabe como chamamos a invertebrados como o Vital Moreira em Baleizão??? Não, não é calhordas é PARASITA, tipo carraça que se aloja no lombo de um qualquer incauto e faz desse lombo o seu mundo.

Vital Moreira é e tão só um traidor de ABRIL.

Não atine não...

titas disse...

há percursos de carácter incompreensíveis!
ou talvez não....
há e sempre houve gente que renegou ideais a troco de favorecimentos pessoais

Edgar Carneiro disse...

...e a caravana passa.

Ainda me lembro de um artigo na Seara Nova que terminava assim, mas já são muitos anos de caravana, a memória foi enfraquecendo e resta apenas a memória de como a frase me comoveu e animou nos anos negros do fascismo.

nêspera disse...

Considero vital que este vital, além de (des)vitalizar os dentes na vital(dent), vá vitalizar o cérebro para a vital vitalização que o vitalizou e nos deixe em paz! ;)

Não há pachorra!

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Vital Moreira nada tem a ensinar a ninguém e, quanto a mim, muito menos a Mário Nogueira. V. M., está realmente a chegar e por si próprio, ao fundo. Perdoai-lhe...

Graciete Rietsch disse...

Outro traidor a não merecer perdão.

Um beijo.

Graça Sampaio disse...

Agradeço as vossas respostas que compreendo e aceito.

Caro Bolota, de facto o Samuel é um senhor como diz. Mas olhe que também não achei a sua resposta assim tão brutal! Sabe que aprecio muito os alentejanos?! As minhas melhores amigas da Faculdade (de Letras) nos anos 60 eram alentejanas. Povo muito à frente.

Bem hajam.