sábado, 12 de janeiro de 2013

A fome programada


Por culpa de regras estúpidas quanto à “beleza” e uniformidade de tamanhos e aspecto de frutos e legumes, por prazos de validade exageradamente curtos, por manobras de marketing que levam ao consumo exagerado, etc., etc., que o lucro é "sagrado"... «metade dos géneros alimentares que são produzidos, vão para o lixo».
São milhares e milhares de toneladas de alimentos perdidos por dia, num criminoso caudal de desperdício, apenas para manter os preços “interessantes” para os distribuidores e as grandes superfícies. É o capitalismo em todo o esplendor do seu “grande apego” à dignidade dos seres humanos e à sua qualidade de vida!
Lembremo-nos disto sempre que mais um qualquer canalha tente vender-nos a ideia de que a fome é uma fatalidade e que a pobreza de milhões de cidadãos é apenas mais uma “inevitabilidade”.

7 comentários:

Maria disse...

Isto um dia dá o estoiro! Espero estar longe, parfa não levar com estilhaços...

Abreijos.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Este é o preço das limitações que a nova sociedade impõe.
Os lucros fazem a limitação dos produtos calibrando-os...

Graciete Rietsch disse...

Para além do desperdício esse sistema de uniformização do tamanho e aspeto dos produtos alimentares,especialmente frutos e legumes,é conseguido à custa de substâncias prejudiciais à saúde como,p.e., hormonas e tiram-lhes qualidade.
É mais um aspeto da globalização capitalista deste mundo.

Um beijo.

Luis Filipe Gomes disse...

Aqui há tempo havia uma norma CE para a rectilineidade dos pepinos. Pensei que era brincadeira, mas parece que não era. Não sei se ainda existe. Mas existe uma norma para o calibre e não sei a partir de que tamanho as frutas e os legumes são deitados para o lixo.
Por outro lado para os decisores analfabetos não há qualquer escolha, triagem ou calibre desde que cumpram as praxes da classe exploradora e estejam dispostos a engolir a inicuidade que lhes confere o estalão.

Antuã disse...


E assim se produzem novos cancros.

Olinda disse...

Anda tanta gente a defender a reforma do capitalismo,torna-lo mais humano,dizem.Como se isso fosse possivel.O objectivo capitalista ê e serâ sempre a maximilizacao do lucro.

Um abraco

Justine disse...

Muito importante não esquecer essa verdade!