quinta-feira, 6 de maio de 2010

Com um cravo e um abraço para a família e todos os amigos



A confirmar-se a existência do Céu, do Purgatório e do Inferno, alguns indivíduos terão amargas surpresas quando chegarem ao seu destino. Será o caso de um diácono de Faro, triste protagonista desta estória. Quando bater com os lombos e o toucinho no Inferno, onde sem dúvida irá parar, descobrirá que ali estão muito menos comunistas do que sempre pensou. Outros não estarão em lado nenhum, pois não acreditaram nunca em nada disso... e todos os restantes, no Céu. Exactamente! No Céu. Quanto mais não seja, por até no fim de uma vida de trabalhos e destratos, ainda terem que suportar bestas deste calibre. Passo a explicar:

O funeral da nossa amiga Cândida Silva, católica praticante e militante do Partido Comunista Português, ia começar a deslocar-se da Igreja do Pé da Cruz para o cemitério de Faro, decorrendo com a normalidade possível em tais situações de tensão, quando a família, atendendo a um pedido expresso de Cândida, cobriu o caixão com uma bandeira do PCP.

Foi no passado dia 24 de Abril. O mau “espírito do dia” deve ter baixado e possuído o diácono – se é que não o habita todos os dias – o qual imediatamente avisou que «se não tirassem a bandeira, ia-se embora». A família optou por deixar o diácono ir embora! Tiro-lhes o meu chapéu!

Não tenho grandes comentários a fazer... mas das duas uma: ou o diácono ainda não percebeu que existem alguns milhares de comunistas que são católicos praticantes, o que faz dele um simples estúpido, ou então sabe... e é apenas mais um canalha. É escolher!

20 comentários:

Maria disse...

É as duas coisas: estúpido e canalha. E é mais, que não digo.

Abreijos.

salvoconduto disse...

O Diabo certamente dançará sobre a campa do diácono quando chegar a vez dele...

Anónimo disse...

"Mesmo quando o povo é cristão, ele luta a nosso lado, nós dividimos o pão, não temos o pão guardado"

filipe disse...

Ele sabe... é impossível que não saiba. Mas a piedade religiosa dele é que é curta; acaba logo onde lhe começa o vesgo anti-comunismo.
Este é decerto um dilecto servidor do seu Papa,um e outro manifestamente com morais muito irmãs.
E façamos justiça aos católicos honestos, pois felizmente também os há.
Abraço.

Graciete Rietsch disse...

O diácono é burro e intolerante. Mas a familia de CÂNDIDA mostrou-se digna dessa sua familiar.
Um abraço amigo.

Manuel Norberto Baptista forte disse...

Porque é que a corporação dos eclesiáticos (uma larga maioria), tem ainda tantos dogmas?.

Antuã disse...

Por isso é que eu não quero nada com homens de sotaina.

aferreira disse...

-É apenas um canalha.
- Pena foi que não fosse embora mas com um valente pontapé no olho do cu.

Paulo Silva disse...

Os adjectivos, usados por si, que qualificam esta estirpe de “gente” são bastante benevolentes.
Não se arranjará maneira de eliminar da sociedade gente ignóbil como o $%$#$&/%$# do diácono?

http://vejambem.blogspot.com/2010/04/dia-8-de-maio-vai-haver-canto-livre-em.html disse...

Dia 8 de Maio vai haver Canto de Intervenção em Setúbal

O núcleo do Norte da Associação José Afonso apresenta uma sessão com música, referências históricas, momentos de poesia e projecção de imagens dedicada ao Canto de Intervenção. Será percorrida a história do Canto de Intervenção fundamentalmente em Portugal, mas também noutras partes do mundo, contextualizando o papel dos cantautores na música e na sociedade e interpretando algumas das suas músicas e poesias mais marcantes.

Esta sessão será realizada na Sociedade Filarmónica Capricho Setubalense, na rua Sociedade Musical Capricho Setubalense.
Telefone: 265 522 327‎
Entrada: 3€

maria povo disse...

Um Ramo de cravos Vermelhos à familia!!!

Jorge S. disse...

A, ainda grande comunidade de batinas negras (que agora algumas já vão mudadando de côr)não são estúpidos...
Abraço

Nelson Ricardo disse...

O Diácono deve pensar que o Antigamente ainda por cá anda.

MEL disse...

GRANDE BESTA .. ESSE PADRE...

lino disse...

É as duas coisas e ainda mais algumas.
Abraço

Anónimo disse...

NEM VALE A PENA COMENTAR A ATITUDE DO ESTAFERMO.
CAÍ DE PARA QUEDAS UM DIA DESTES NO TEU BLOGUE QUANDO PROCURAVA ALETRA DE UMA DAS NOSSAS BOAS MUSICAS,ADOREI E SEMPRE QUE POSSO AQUI VOLTO VERIFICANDO QUE QUASE DIÁRIAMENTE EXISTEM COISAS NOVAS;TIVEMOS MUITAS VEZES FRENTE A FRENTE,TÚ A CANTARES E EU A OUVIR-TE É BOM QUE CONTINUES QUE ESTE TEU BLOGUE É UMA GRANDE PEDRADA NO CHARCO.

Pata Negra disse...

Pai, perdoai-lhes que eles não sabem o que fazem! A verdade é que o PCP inclui católicos, a Apostólica Romana é que é pouco católica!
Paz à sua alma!

Membro do Povo disse...

Não quero ser picuinhas mas «o diácono justificou a decisão por o PCP "advogar uma ideologia contrária à Igreja"» Um partido que advoga igualdade, solidariedade, autodeterminação, que defende os pobres... a mim parece-me uma visão deturpada (refiro-me às palavras do sr. diácono) daquilo que aprendi nas aulas de religião e mural. Ou defenderá esta gente algo mais que a filosofia que alegam: Não será verdade afinal que mais depressa um camelo passa por um buraco de uma agulha que um rico chega ao céu? se assim porque tanta agressão contra o partido que defende os pobres?

Fernando Samuel disse...

Eu vou pela segunda hipótese...

Um abraço.

Cloreto de Sódio disse...

Não é difícil escolher...