quinta-feira, 27 de maio de 2010

Mário Soares - Uma questão de consciência



A notícia atingiu-me como um raio. O Dr. Mário Soares “acha que não” apoia Manuel Alegre. Não, não... o que me atingiu como um raio não foi a declaração da sua oposição à candidatura do “amigo” desavindo. Isso é normal. Nem o facto de manobrar nos bastidores para lhe boicotar a possibilidade de eleição. Isso é ainda mais normal (nele, pelo menos). O que é verdadeiramente extraordinário é que o faz por motivos de consciência!

Que diabo o Dr. Mário Soares havia de descobrir quase aos noventa anos! Uma consciência!!!

Pra mim, ele deve é ter feito confusão com outra coisa qualquer...

11 comentários:

Ana Martins disse...

Foi algum grilo falante que se enganou no caminho para a casa do Pinóquio. Mas agora com os GPSs seguramente o erro será corrigido rapidamente.

Maria disse...

Aqui, na foto, é claramente uma questão de... sonolência...

:)))
Abreijos.

Luis Nogueira disse...

Oh, la vache!
Assim a consciencializar-se, a vaca sagrada ainda acaba por vir a ter remorsos... E a escrever as suas verdadeiras memórias. Sugere-se título: "Memórias de Uma Rameira Cosmopilita".


Luis Nogueira

Milan Kem-Dera disse...

Surpreendente, na verdade!
Que capacidade extraordinária a deste homem, que, depois de tanta cambalhota política e já quase com os pés na cova, ainda consegue surpreender-nos com mais esta novidade: -tem "consciência"!
Sinto-me verdadeiramente esmagado, perante uma tal revelação!...

salvoconduto disse...

Meteu-a numa gaveta juntamente com outras coisas, fechou-a à chave e atirou-a ao Tejo.

Abraço.

Elísio Alfredo disse...

Bem, ainda ando engasgado com o Elefante. Espero que agora não venha aí algum hipopótamo. Não passa...

alfa disse...

Passei por aqui....chiiiuuuuuuu, não faças barulho que o sr. está a dormir. Parabéns pelo seu blog.

Fernando Samuel disse...

Não, não fez confusão: sonhou, apenas...

Um abraço.

Graciete Rietsch disse...

Mas que consciência? Ele deve é estar a caminho de uma demenciazinha.

Um beijo, camarada.

do zambujal disse...

... então o pai, voltando-se para o filho, olhos nos olhos, disse-lhe "meu filho, emenda-te... meta a mão na consciência..." O rapaz, aí com uns oitenta e muito, quase encabulou mas logo recobtou a sem-vergonha: "pois, paizinho, já tentei... meti uma vez a mão na tal consciência e doeu-me... nunca mais!... nem sei que ainda a tenho!"

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Princípios de sesta...