segunda-feira, 10 de maio de 2010

E que tal se nos levantássemos do chão?!



A oportunista que ocupa o cargo de Chanceler da Alemanha, Angela Merkel, andou durante semanas a encenar um discurso extremamente duro sobre a situação económica na Grécia e o projecto da alegada ajuda da UE aos capitalistas daquele país.

Com esse discurso, foi agravando as condições dos “ratings” das agências de abutres que mandam no capitalismo internacional, que assim conseguirão esbulhar a Grécia e, sobretudo, os trabalhadores gregos, em muitos mais milhares de milhões de euros que irão directamente para os cofres dos especuladores financeiros.

Com esse discurso pretendia agradar, em vésperas de eleições regionais, ao seu eleitorado mais reaccionário e mesmo xenófobo. Não conseguiu. Sofreu uma «derrota amarga», segundo as palavras de dirigentes do seu próprio partido, o que mostra que o oportunismo político pode, por vezes, não compensar por aí além... mesmo que não tenha o castigo que verdadeiramente mereceria.

Curiosamente, longe destas lutas mesquinhas de interesses pessoais de poder, são os militantes comunistas e muitos outros trabalhadores da Grécia, que se opõem (mas pelas razões certas) a esta “ajuda” internacional envenenada, atitude em que foram acompanhados pelo PCP, embora ninguém, aparentemente, pareça querer entender essa posição. Em alternativa, para ajudar a resolver os problemas da Europa, estes trabalhadores gregos e os seus representantes, propõem uma palavra de ordem simples (como se pode ver nesta bela fotografia da Acrópole) que poderia contribuir para substituir a velha “alternância” já podre por uma verdadeira alternativa:

«Povos da Europa, erguei-vos!»

10 comentários:

Miguel Jeri disse...

O Partido Comunista Grego teve uma belíssima ideia com essa faixa e esse mote. É absolutamente imponente!

Graciete Rietsch disse...

Magnífica legenda de um povo que não se submete. Era bom que toda a Europa atentasse bem nela e a usasse como sua bandeira de luta.

Beijos.

Antuã disse...

pois levantemos a cabeça.

Membro do Povo disse...

A melhor capa de sempre do Público!!!

Mar Arável disse...

Força

pela alternativa

Fernando Samuel disse...

Uma palavra de ordem que faz tremer a Merkel e os seus donos: ai deles quando isso acontecer!...

Um abraço.

filipe disse...

Então, seguindo a canção (e o Geraldo Vandré):
"Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer..."
Abraço.

Nelson Ricardo disse...

A única verdadeira alternativa à barbárie é aquela composta e organizada pelos povos.

GR disse...

Nós caminhamos mais lentos, mas vamos lá!

"Vá camarada,mais um passo..."

A foto está linda.

Bjs,

GR

Maria disse...

...
"Já uma estrela se levanta
Cada fio de vontade são dois braços
E cada braço é uma alavanca"...

Dia 29 é mais um passo...

Abreijo.