quinta-feira, 20 de maio de 2010

Vital Moreira – Tão previsível...



Escreve Vital Moreira no seu blog, a propósito da Moção de Censura apresentada pelo PCP ao governo de seu bem-amado José Sócrates:

«É evidente que se a moção de censura proposta pelo PCP vingasse, a demissão do Governo teria por efeito ou eleições antecipadas, que a direita poderia ganhar, ou um governo de coligação PS-PSD. Todavia, sabendo que a sua moção não vai passar, o PCP pretende somente marcar o seu terreno no campo da oposição, especialmente quanto a três coisas: (i) mostrar ao País que ninguém pode contar com ele para uma política responsável de saneamento das finanças públicas, e que quanto pior forem a economia e as finanças, melhor para o PCP; (ii) mostrar aos demais partidos de oposição que é ele que lidera o combate contra o Governo; (iii) demonstrar que o Governo só se mantém com a ajuda do PSD, prova da conjunção das políticas de um e de outro.
Se há algo que não surpreende na vida política nacional é o PCP. Previsível como nunca...»

Vital Moreira no seu melhor! Pelo meio de umas “análises” banais que bem poderiam ter sido paridas por qualquer analista de fancaria, mas mesmo assim, discutíveis, consegue intercalar a frase extraordinária «mostrar ao País que ninguém pode contar com ele (PCP) para uma política responsável de saneamento das finanças públicas, e que quanto pior forem a economia e as finanças, melhor para o PCP».

Este “argumento” é uma canalhice antiga, que já muitos outros antes dele cometeram: insinuar que os comunistas não têm vindo a lutar, desde há tantas décadas e com sacrifício de muitas vidas, pelo bem do seu povo, mas sim para que tudo piore… porque isso seria de alguma maneira bom para o Partido. É, como disse, uma canalhice e um argumento (de)porco, mas que, felizmente, cada vez menos gente está disposta a engolir.

Permito-me terminar parafraseando o próprio grande “pensador” e génio político, orgulho de toda a freguesia de Vilarinho do Bairro e paróquias circunvizinhas:

Se há algo que não surpreende na vida política nacional é Vital Moreira. É a mesma bosta de sempre...

19 comentários:

salvoconduto disse...

Ainda não tinha chegado ao fim do post e já estava, como tu, a utilizar as próprias palavras do Vital. Só me surpreenderia se dissesse o contrário.

Abraço.

Maria disse...

Bosta é mesmo a palavra adequada.
Sem mais comentários...

Abreijos.

lp16 disse...

mas esse vital ainda estrabucha?
Por muito que lhe custe, sempre cá estaremos a combater os avanços do Capital...

DIA 29: TUDO À RUA!

GR disse...

Bosta da grande!
Tinha-me esquecido deste personagem insignificante.
E mais não digo!

Bjs,

GR

ip16 disse...

mas esse vital ainda estrabucha?
Por muito que lhe custe, sempre cá estaremos a combater os avanços do Capital...

DIA 29: TUDO À RUA!

Antuã disse...

Mas o gajo ainda grunhe? o melhor é mandá-lo para o matadouro,mas separado dos outros porcos que não têm culpa nenhuma de ter entre os seus iguais tal aborto.

Anónimo disse...

P.. que o pariu.

JO

Anónimo disse...

È a mesma bosta de SEMPRE ??????

Mas não foi este Vital Moreira destacado militante do PCP, e que chegou a chefe do seu grupo Parlamentar....

Será que nessa altura já era bosta.....

José Rodrigues disse...

De dedo em riste está a fazer sinal a um táxi?Puro engano...está pedir[mais] um tacho!O PCP cá está na luta de sempre com os trabalhadores e o povo.Canalhas não entram na nossa causa!

Abraço

jal disse...

tão previsível o Vital!

samuel disse...

Anónimo das 10:23

Caro anónimo (por que raio hão-de ser quase sempre anónimos?), toda a gente se habituou já à ideia simples de que quando se diz que alguém ou algo é “sempre a mesma coisa”, neste caso, “bosta”, não estamos a recuar até ao “big bang”, nem sequer ao dia do nascimento do indivíduo, ou coisa, mas sim a dizer que desde que passou a fazer isto ou aquilo, o faz “sempre”, ou pelo menos recorrentemente. Claro que o senhor(a) sabe isso.

Mas já que fala nisso, sim, acho que enquanto era um destacado militante do PCP já germinava nele a “bostice”, por várias razões: (i) nada nem ninguém pode mudar tanto e tão repentinamente; (ii) pode-se ser “destacado” militante sendo falso (outros exemplo anão faltam).

Aliás, se Vital Moreira durante todos os anos em que foi um “destacado” militante, tendo até chegado a dirigente da Bancada Parlamentar, não sabia a “terrível verdade” de que os militantes do PC viviam clandestinamente em condições duríssimas, eram presos, torturados e por vezes assassinados, apenas com o objectivo de que a situação económica em Portugal piorasse... então era completamente estúpido.

A não ser esse o caso... é como já disse: é uma bosta!

smvasconcelos disse...

Este Vital Moreira é aquilo a que chamam de "alpinista" (político, no caso)e a sua acção e afirmações movem-se no sentido de angariar o melhor "tacho" da sua ambição inescrupulosa.
bjs,

Anónimo disse...

Mais uma bosta com a apreciável qualidade se ser capaz de prever - com uma certeza de 100% - qualquer acontecimento já ocorrido.

MG

Fernando Samuel disse...

A propósito: quem se iniciou também nas lides de «analista político» foi o José Luís Judas...

Um abraço.

Luis Nogueira disse...

... a propósito de bosta. Bosta sem parêntesis. E com outras "qualidades" que a Judiciária ou se esqueceu de investigar ou não chegou ao fundo.

Luis Nogueira

Pata Negra disse...

Olha Samuel, eu nem sabia que Vital Moreira tinha um blog e teimo em continuar a não saber!Acho que deverias seguir o meu exemplo.
Um abraço exemplar

correia disse...

amimCom a idade vou perdendo um pouco da visão,juro que este ano no 1ºde Maio não vi aparecer lá pelo Martim-Moniz o Moreira.Houve quem me disse-se,que teria sido por causa da nuvem vulcânica que não deixava que certas aves de arribação....sempre bosta,talvez não?antes de ser prostituta qualquer mulher é séria!o preço das coisas está normalmente nas etiquetas;a dos galos vaidosos mora numa crista que perdeu o rubro,amarelou,tornando fétida.O mundo tem destas coisas,quanto tempo faltará ainda para que os trabalhadores deixem de ser os forneiros desta fornalha neo-liberal que lhes desautoriza a dignidade e o direito a terem acesso ao mais elementar?A PAZ, O PÃO,A HABITAÇÃO, SAÚDE, EDUCAÇÃO,

Graciete Rietsch disse...

A esperança que o 25 de Abril trouxe levou muita gente a acreditar que o PCP viria a ser um Partido de tachos. Mas como o PCP manteve a sua política de servir o País e não se servir a ele próprio, os ratos começaram logo a fugir para lugares mais lucrativos.
Vital Moreira é um deles.

Um beijo.

Ana Sara Crus disse...

É exactamente como diz a Graciete. Os oportunistas não conseguiram, no Partido Comunista, os tachos e as chulices que queriam e então viraram-se para os partidos que lhes dão essas oportunidades. É o caso destes mete-nojo (Vital Moreira, J.L. Judas, Zita Seabra e etc.) que se mudaram assim que perceberam que o nosso Partido trabalha para servir o povo e não para se servir. Neste partido não há gente mais gente que outra gente, no PCP somos todos iguais e quem acha que é superior acaba por sair e entrar nos partidos da chulice.