sexta-feira, 25 de junho de 2010

Cavaco Silva & Sampaio – Uma pequena desatenção



Ontem por volta das dez da noite, num regresso a Montemor, a Antena 1 brindou-me, não com zero... não com um... mas dois! É verdade! Dois Presidentes da República... embora um seja já “ex”.

Cavaco Silva rouquejou mais uns incentivos ao empreendedorismo jovem (não há nada como ser desempregado por conta própria!) e voltou a alertar para o facto de que Portugal está a viver uma «situação insustentável». Acrescentou que a crise que vivemos é, e foi, uma crise anunciada. Na verdade tem razão. Não faltaram os avisos... só não me lembro de que algum tenha sido feito por ele.

Depois, Jorge Sampaio lacrimejou também umas queixas sobre a crise, que é evidente para todos, que toca a todos... «Estamos no fio da navalha», diz ele... situação que requer muita concertação, muitos compromissos, muitos sacrifícios, diz ele...

Curiosamente, nenhum deles se lembrou de comentar ou explicar que sacrifícios vão fazer, ou em que fio da navalha vão caminhar, aqueles que em Portugal e um pouco por todo o mundo aproveitaram esta época de crise internacional para ficarem muito mais ricos (e pelos vistos, menos "caridosos")... exactamente embolsando os milhões e milhões de que os trabalhadores e os povos em geral, são forçados a abrir mão, espoliados e aterrorizados pelo papão da crise.

Mas pronto... deve ter sido uma distracção de suas excelências.

9 comentários:

Maria disse...

Bem podias ter arranjado melhor companhia...

:))

Abreijos.

Quadratura do Circulo disse...

O novo blog de opinião!

http://quadratura-do-circulo.blogspot.com/

Fernando Samuel disse...

Os homens estão preocupados: nem dormem a sofrer com a «situação insustentável» e com o «fio da navalha» - e tamanho sofrimento tem que ser pago e bem pago, não é verdade?...

Um abraço.

Graciete Rietsch disse...

Pois, eles bem sofrem, mas vão arrecadando o dinheiro do Povo. EStão menos caridosos mas vão promovendo a caridade que só é vantajosa para eles pois vai adormecendo as pessoas.

Um beijo.

maia disse...

Pois é, suas excelências distrairam-se. Tanto têm suas excelências em que pensar. A 1ª. página do DN de hoje diz que com a crise aumentaram os milionários. São mais 600 novos milionários. Falamos de 1 milhão de dólares. E suas excelências têm que os defender das manifestações, da luta do trabalho contra esta enorme mentira chamada crise. Toda esta conversa da treta, a atirar areia para os olhos, não é mais do que tentar adormecer o pagode para roubarem (este é o termo. O outro roubou os rolos de trabalho dos jornalistas, e o que não se vê roubar?), encher os bolsos e não terem que prestar contas a ninguém. Até quando?

Anónimo disse...

Comissão de Utentes da A23, A25 e A24


Já pode subscrever o abaixo assinado contra a introdução de portagens nas A23, A25 e A24 no site da Comissão de Utentes, aqui:

www.contraportagens.net

Cloreto de Sódio disse...

Isto é um país de distraídos... a começar pelos digníssimos cidadãos e súbditos de tais Excelências.

Anónimo disse...

Embora com estilos e elementos culturais diferentes Cavaco e Sampaio defendem o mesmo tipo de sociedade. O Cavaco que vá dizer asneiras para a terrinha dele e o Sampaio que vá chorar para casa da Tia.

Antuã disse...

Embora com estilos e ambientes culturais diferentes, Cavaco e Sampaio defendem o mesmo tipo de sociedade. Cavaco vá dizer asneiras para a terrinha e Sampaio vá chorar para casa da tia.