sábado, 1 de outubro de 2011

Porto e Lisboa – 15 horas


Desejaria poder estar no Porto, ou em Lisboa, percorrendo ombro a ombro, com milhares de amigos, os caminhos que levam o nosso descontentamento até à rua. Os caminhos que levarão a luta até onde tiver que ser.
Desejaria que por cada uma e cada um que quereria estar presente e por razões de trabalho – como eu – ou quaisquer outras, não pode, estejam na rua outros mil, com as vozes carregadas das verdades que têm que ser ditas, alto e bom som.
Sei que muitos milhares falarão por mim.
Sei que serão duas grandes manifestações!
Entretanto que soe o Hino da Intersindical, uma bela gravação já com uns bons aninhos... e na qual participei cantando.
“Hino da Intersindical” – Vários
(Letra de Mário Vieira de Carvalho/Música de “O guerrilheiro”, canção do século XIX)




10 comentários:

Maria disse...

Tão bonito este Hino...
Gritaremos e cantaremos por todos os que não podem estar presentes, mas estão.

Abreijos.

Graciete Rietsch disse...

Serão duas grandes manifestação onde se encontrarão todos os que lutam, mesmo que fisicamente não possam lá estar.

Um beijo.

Rogério Pereira disse...

Eu, sorte a minha, estarei presente.
Gritarei também por ti, forçado ausente.

Anónimo disse...

Depois de uns longos dias sem ver este blog como soa tão bem este Hino. Logo lá estaremos.
Saudações
Vicky

vovó disse...

desejaria estar num País!
assim... "não estou, não vou.
não vou, não estou."

vovómaria

Justine disse...

Lá estaremos...a falar por ti!
Abraço

Maria João Brito de Sousa disse...

Foi linda! Abraço!

Anónimo disse...

Daqui do Porto a NOSSA Manif mostrou bem o nosso descontentamento e a nossa vontade de continuarmos a lutar sempre se para isso for necessário.
As melhores saudações
Vicky

Manuel disse...

Mais um dia para não esquecer que a luta é diária.

Fernando Samuel disse...

Em Lisboa, foi em GRANDE! - e no Porto parece que também.
No fim do mês há mais...

Um abraço.