sexta-feira, 27 de abril de 2012

Cavaco Silva mostra o seu “valor”


Dizem-me na RTP que Cavaco Silva, no seu discurso, exortou os portugueses a mostrarem o valor do país. Para ser mais exacto, disse: «Todos os portugueses e não apenas os agentes políticos têm o dever de mostrar ao mundo o valor do seu país».
Irra que o “raça” do homem é mesmo lento! Então não é isso que andamos a fazer há que tempos?!
Só nos últimos meses já mostrámos “ao mundo” o valor da Portugal Telecom, da GALP, da EDP, da REN, de partes substanciais de bancos, de minas... não tarda nada são os cimentos, as águas, a TAP...
Não tem falhado! Nós “mostramos o ao mundo o valor”...  e o mundo compra!
Já se sabe que a cabeça do homem não vale um frasco do champô com que a lava... mas que diacho! Não há ninguém que leia as notícias à pobre criatura? Não tem assessores para lhe darem umas dicas?

10 comentários:

Machado disse...

O homem tem direito à sua opinião.

Provoca-me disse...

Veneno no jantar e assim conseguia-se resolver um bocadinho das coisas, e então se estivesse com a comitiva governativa a jantar ainda seria melhor, mas não chegava, é começar a meter-lhes veneno na comida pá. E apanhá-los um a um na rua, e pimba.

Luís Coelho disse...

...e o valor dos portugueses se estava hipotecado foi vendido. Agora na escravatura nada valemos além de um voto...

Graciete Rietsch disse...

O que ele devia dizer é que o valor de Portugal anda a ser vendido a preço de saldo. Ele devia era denunciar os vendilhões, Mas como ele também é um deles......!!!!!

Um beijo.

samuel disse...

Machado:

Claro... tal como a Lily Caneças, ou o "emplastro" lá do Porto...
Ter direito à opinião não torna a "opinião" em causa menos imbecil. :-) :-)

Antuã disse...

Não há machado que corte a raiz ao pensamento.

trepadeira disse...

Então não têm todos os mesmos génes?

Um abraço,
mário

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

´Quanto a mim e no estado actual da vida sócio-económica portuguesa, é uma das pessoas que vale sempre a pena... quando está calado.

Graça Sampaio disse...

Quem lhe faz os discursos deve ser a Maria, por isso...

Olinda disse...

Pobre país transformado em produto.