sexta-feira, 18 de maio de 2012

Máfias – Entregar o ouro aos bandidos




Segundo leio na capa do jornal “i”, a espanhola “Endesa” decidiu chantagear o Estado português, ameaçando encerrar uma central de produção de energia, em território português, perante a intenção de redução das mordomias de que gozam os privados, acionistas da empresa, com as “garantias” disto e daquilo que o Estado se tem vindo a comprometer a pagar para assegurar as colossais fortunas dessa canalha. Na energia, nas pontes, nas estradas, nas telecomunicações... em tudo.
É natural! Os privados que investem nas empresas privadas e nas privatizações de bens e empresas públicas, têm como único objectivo de vida o lucro. O lucro a qualquer preço. De preferência, sem riscos... ou melhor, com belos lucros, mas assumindo o contribuinte os riscos.
É, mais uma vez, natural! Este governo é formado por lacaios desses interesses privados. A sua função é roubar os trabalhadores e contribuintes em geral, para encher os bolsos aos seus donos.
De que me serve agora ter tido razão (juntamente com alguns milhares de amigos, diga-se!), quando fui dizendo (onde e como pude) que era perigoso, para além de ruinoso para o país, colocar meios estratégicos públicos nas mão de negociantes que, nalguns casos, não passam de vulgares mafiosos?
Como ligarei a electricidade, ou a água, ou o gás, se estas máfias, em boa parte aquarteladas noutros países, decidirem declarar “guerra” aos consumidores portugueses? Com a “razão” que tive há uns anos?
Não! É preciso fazer bem mais do que isso!

10 comentários:

Luís Coelho disse...

Parece-me que todos os governos favorecem as grandes empresas para que lhes garantam emprego quando saírem do governo.

Roubam aos pobres e ao país para benefícios de uma máfia escandalosa.

Graciete Rietsch disse...

Não é de admirar o comportamento desses empresários, lacaios do imperialismo, que comandam um govesno que os protege em desfavor do Povo.

Um beijno.

José Rodrigues disse...

Para já é preciso aplicar a lei de Ohm (resistencia)à escala de mega homens.Depois é "eleitrocutar"os lacaios que à 36 anos "Volt(a)"e meia os "Amperem" a encher os cofres à nossa custa!

Abraço

Pata Negra disse...

Na TV não mas nos cafés já começa a aparecer muita gente a mudar de opinião e a reconhecer que foi um erro a adesão a UE, ao Euro e ao cavaquismo. Esperemos que, entretanto, mudem de ideias e reconheçam que foi um erro a privatização destas empresas.
Talvez então, possamos ter mais força para iniciar a mudança para devolver ao povo a soberania.
Um abraço público

Antuã disse...

os répteis estão no governo.

menvp disse...

A Goldman Sachs andou a camuflar a dívida grega sabendo que muitos iriam perder com a recessão/crise... mas, plenamente consciente que uns iriam perder mais do que outros... isto é, ou seja, o verdadeiro objectivo da Goldman Sachs era/foi alterar a correlação de forças: muitas empresas estratégicas saíram do domínio público!
.
Os portugueses (e não só) foram uns otários ao caírem na ratoeira do NEGÓCIO DA DÍVIDA: de facto, há séculos e séculos que o Negócio da Dívida é a mesma coisa:
- sempre que um agiota quer 'deitar a luva' aos bens de alguém... o agiota acena com empréstimos... que sabe que não vão conseguir pagar... até porque, frequentemente, o agiota 'trata' de complicar a vida ao devedor!
Resultado Final: quem foi atrás do aceno de empréstimos (feito pelo agiota) vê-se espoliado... e o agiota fica com os seus bens!
Hoje em dia, mega-agiotas não se limitam a acenar a famílias... eles acenam a países inteiros!
Uma obs: a Goldman Sachs andou a camuflar a dívida grega... para que depois... mega-agiotas pudessem deitar a luva a activos gregos (etc) a preço de '''saldos'''(empresas estratégicas para a soberania nunca deveriam ser vendidas!!!).
.
.
Anexo:
TOCA A ABRIR A PESTANA:
- mesmo não sendo a favor da Democracia Directa... todavia, no entanto, o cidadão não pode ficar à mercê das mafiosices dos 'Bilderbergos' e marionetas!
- o cidadão não pode ficar à mercê de pessoal que vende empresas estratégicas para a soberania - e que dão lucro -, e que nacionaliza negócios "madoffianos" (aonde foram 'desviados' milhões e milhões).
- Democracia verdadeira, já! -> leia-se, DIREITO AO VETO de quem paga (vulgo contribuinte).
[veja-se o blog fim-da-cidadania-infantil]
- não se queixem do facto de estar a ser mal gasto dinheiro do Estado: abram os olhos... e vetem!!!
Uma obs: nas actividades mais estratégicas... é preferível o combate à corrupção (combate esse, que poderá vir a ser muito mais eficaz com o «fim-da-cidadania-infanti»l)... do que... ficar à mercê de quem muito bem calhar (chineses, família Eduardo dos Santos, Endesa, etc).

trepadeira disse...

Entregar tudo aos bandidos.Pode ser que se ponham a jeito.

Um abraço,
mário

Alberto disse...

Se Portugal tivesse um Governo e não lacaios nomeados e a mando desta escumalha que diariamente suga o país e o Povo, esta Endesa e outras que tais, tinham o caminho encontrado: - A Nacionalização a troco dos muitoa milhões que têm roubado. Infelizmente não é o que sucede começando logo pelo sr. Silva.

Justine disse...

Assustadora, esta venda desvairada dos nossos bens comuns a mafias internacionais!
Importantes as tuas chamadas de atenção - quem sabe as pessoas começam a acordar e nas próximas eleiçõs haja surpresas...
Abraço

Provoca-me disse...

Pois, mas fazer o quê?