quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Ricardo e Sebastião – “Levantados” do chão... *


“Um cavalo! O meu reino por um cavalo!”. Terão sido estas, na teatral opinião de Shakespeare, as últimas palavras de Ricardo III. Poderiam muito bem ter sido, igualmente, as últimas palavras do nosso D. Sebastião.
Unidos pelo modo como “escolheram” morrer, ambos desapareceram em batalhas que ficaram famosas.
Ricardo III, contra os “Tudor”... provavelmente por odiar baterias de automóvel, uma aversão algo profética, já que veio a ficar soterrado, até há dias, debaixo dum parque de estacionamento.
D. Sebastião, contra os “mouros”... provavelmente por ser adepto do Futebol Clube do Porto, ou amigo chegado de Pinto da Costa. Ou então, por outras razões quaisquer.
Ao fim de uma espera de 500 anos, Ricardo III reapareceu... o que quer dizer que ainda há uma réstia de esperança para os nossos saudosistas, há séculos à espera do regresso de D. Sebastião, subitamente, numa qualquer manhã...
"Nevoeiro" não nos falta... todos os dias!
* Saramago, amigo... não há palavras que cheguem para pedir desculpa por esta insolência!

6 comentários:

castrantonio disse...

Entre as brumas da memória... "Que no falta"

augusta disse...

Àqueles que do chão se levantaram e a ele não tornaram,
àqueles que do chão só quiseram alimento e sepultura tiveram,
nunca a resignação!

Hoje, recordando o passado para construir o futuro. Sem nevoeiros! Sempre com Saramago e todos os levantados do chão no coração!

joão josé cardoso disse...

Fora de assunto: atenção ao teu mail, Samuel, deves ter recebido uma mensagem do Aventar que aguarda resposta

Graciete Rietsch disse...

Acho que o Saramago até ia ficar contente pela utilização que deste ao grande título dele.
Sempre irónico, mas sempre certeiro.

Um beijo.

Olinda disse...

Ora aqui estao,os ingredientes certos para um filme.(Pode ser de terror,ou satîrico)

Um abraco

Maria disse...

Delicioso!
E ficas a saber que continuo a ser avisada pelo 'inimigo' que tu podes ser spam etc. e tal que o teu blogue não é seguro etc. e tal e outras coisas que já disse.
Hoje resolvi dizer ao face que não és spam para te poder comentar. O gajo acreditou em mim. É mesmo estúpido...
:)))))))))))))))))))))))))
Abreijos, com sôdades.