sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Uma farsa em três actos


1º acto: O governo queria - ou fez de conta que queria – fazer um paralelo legal com muitos dos países considerados civilizados, aumentando para os 18 anos a idade mínima para se ser, legalmente, consumidor de bebidas alcoólicas em lugares públicos.
2º acto: Pires de Lima é o manda-chuva dos fabricantes de cerveja nacionais. Pires de Lima é dirigente do CDS, partido do governo. Pires de Lima mexeu-se, produziu umas tantas declarações lavrando o seu repúdio pelo previsível prejuízo que seria provocado por esta proposta «proibicionista»

3º acto: O governo recuou, permitindo a venda de vinho e cerveja a maiores de 16... ficando estes apenas proibidos de consumir as chamadas bebidas “espirituosas”.
Os fabricantes de cerveja ficaram felizes, os adolescentes que se arrastam por aí bebendo litros de cerveja ficam “contentes” (antes de entrarem em mais um coma alcoólico)... e eu, assombrado.
É um país assombroso, governado por gente assombrosa! Tão assombroso que nem me deixa espaço para perceber se estou de acordo com a lei assim, ou assado, ou desta forma, ou daquela!
Sai mais uma caneca!

7 comentários:

trepadeira disse...

Deve ser da cerveja,conterá algum alucinogénico?

Abraço,

mário

Luis Filipe Gomes disse...

Por escolha própria pires só de tremoços; pires de limas ou limões não! essas modas mexicanas de trincar citrinos em fatias são intragáveis.
A proibição gera um negócio maior que a permissão e estará aí para se instalar brevemente quando o mercado como eles dizem, se contrair por falta de dinheiro para comprar cerveja e vinho. Entretanto a proibição eminente vai criando apetência.

Antuã disse...


Já sabemos que a legislação é feita à medida dos compadres.

castrantonio disse...

Eu até acho assombroso alguém pensar que isto é um país... sério.
Bom fim semana

Olinda disse...

Hâ leis ,que sao bem transparentes!E os Festivais e concertos? Etc...Etc...Tambêm,assim de imediato,nao sei ,que dizer de tal lei,mas que os interesses de Pires de Lima contaram,lâ isso,deveriam ter contado.

Um abraco

São disse...

Para fazerem leis deste calibre, melhor fora estarem quedos e mudos.

Pelo menos, não se cobriam de rídiculo.

Abraço para vós

Maria disse...

nem sei o que dizer...
oxalá eles tenham filhos de 16 anos que... os façam perceber o que fizeram.
Desassombradamente.

Abreijo.