segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Costa e Seguro em linha – Alô... alô... Largo do Rato?... sim... é da guerra?...


Uma coisa é aquilo que o eleitorado do PS parece querer... outra muito diferente, é aquilo que o PS quer.
Esta evidência vem a propósito do desfecho provisório da “guerra” pelo lugar de topo da hierarquia do grande aparelho partidário sediado no Largo do Rato.
A escassos segundos de ser apodado de traidor pela entourage de Seguro, que não poupou nos adjectivos, António Costa chegou há dias ao Rato rodeado de “generais” (já com director de campanha arregimentado e tudo) e com o peito tufado. Depois... foi o que se tem visto e que, para já, deu nisto:
Pode não fazer sentido... mas parabéns porquê? Em que é que Seguro mudou?
Que diabo de negociação não contém cedências?!
Daí eu gostar muito deste título, “Costa diz estar em linha com Seguro”, e de ter encontrado uma ilustração bastante adequada para a notícia que ele anuncia.
É já a grande e esperada maravilha do Século XXI... e das suas assombrosas formas de “comunicação” avançadas!!!
Declaração de interesses: Declaro, para os devidos efeitos, que nenhuma destas situações me dá qualquer espécie de prazer... antes pelo contrário!
Na realidade, preferia que Portugal tivesse um PS que não tivesse traído a Revolução de Abril, pelas mãos de Soares, da CIA e Carlucci, que não tivesse conspirado com a “igreja” do nojento cónego Melo, para a sublevação do interior e norte do país e com com as redes bombistas de extrema direita, para assaltar e incendiar sindicatos “vermelhos” e sedes do Partido Comunista, que não tivesse "fabricado" dezenas e dezanas de coligações autárquicas com a direita, cujo único “programa” era afastar a FEFU, APU e depois a CDU do poder local, de ter conspirado para criar uma central sindical amarela, cujo único programa, confessado publicamente por dirigentes do PS, era “partir a espinha à Intersindical”, finalmente, um PS que a nível de política nacional sempre fez alianças com o PPD e o CDS, contra a esquerda a que diz pertencer.
Na realidade... preferia! Mas a realidade, por enquanto, é o que é!

20 comentários:

Zambujal disse...

Pois é!
Que dizer mais?
E parece que o mais importante está sempre impresso no tipo mias pequenino...

Um abraço

Rogério Pereira disse...

Boa malha!

Eu, como politólogo, sou fraco
Mas... ou muito me engano
Ou o PS irá produzir... o seu cavaco

(face ao recuo... qualquer Sebastião será uma paixão)

Maria disse...

Gosto de peito estufado, mas não do do costa. A bem dizer até gosto mais de perna estufada...
Deu-lhe os parabéns? Terá feito anos...

Abreijos

augusta disse...

Na realidade…Também eu!
E que nada do que consta da tua declaração, Cantigueiro, tivesse sucedido como sucedeu e com o apoio de quem lho deu. Factos de uma história recente de uma Revolução tão maltratada… “Estórias” vividas na primeira pessoa, aqui, bem no coração da santa cruzada, um cónego, o tal da estátua, Melo seu nome, principal de fogueiras o atiçador… Era muito, muito ódio, vermelho só o Benfica… E um poeta lá ao longe, dizendo em revolta e ao telefone, palavras de esperança, palavras de amor!

(Sim, tinha uns livros, gostava de vos mostrar, mas arderam na fogueira, pior foi com Rosinda Teixeira, quem se lembra, São Martinho do Campo e a morte viajando aqui tão perto… Professora, o meu avô também fala que o Salazar… Meninos, não se trata do tempo do Salazar, esse tempo já foi antes… Olha a imagem, lá em cima… a propagação do som… os telefones que então fazíamos, Alexander Graham Bell, mas isso era coisa diferente, nem do Rato nem prá guerra, eram as minhas estórias contadas, éramos nós fisicando…)

Num jogo que parece de faz de conta, tudo muito bem real! Um Partido dito ou faz-de-conta Socialista, alguém que de Seguro só tem o nome… Uma Revolução traída…
E um grande figurão!

(Mas chegará o dia das surpresas!)

Graciete Rietsch disse...

Lá preferir eu também preferia. Mas o PS não engana.O PS é o que tem sido a começar com Mário Soares e o amigo Carlucci, um traidor de ABRIL.

Um beijo.

Antuã disse...


Ainda não foi desta que o Seguro deu à costa.

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Eu gosto de discussão de ideias, no local próprio e sobretudo sem serem...um imperativo de afirmação, seja de quem fôr. Quanto a mim, hoje e quem o fizer o tempo se encarregará, de mostrarem os favores reciprocos que estão a fazer. Estamos a falar de um Partido (...o dito Socialista) que já esteve no Poder Central, e cuja pseudo obra deixou muito a desejar, mas que por inépcia dos sucessores está prestes a cair-lhe esse mesmo poder no colo.

Portugueses, ACORDAI.

Luis Filipe Gomes disse...

São amebas. Proliferam com a imundice pantanosa.
Mudam de feitio, rodeiam o que querem predar, segregam um muco que tudo corrói, sem boca nem dentes ingerem os que lhe franqueiam a aproximação, não têm coluna vertebral ou sistema nervoso, comunicam aos encontrões.

Medronheiro disse...


O Costa não está no seguro.

Anónimo disse...

16 Fevereiro urgente


http://www.youtube.com/watch?v=2NfLF5TX3r8&sns=em

Manuel Ramos disse...

Na Casa do Alentejo no passado sábado,juntou-se alguma gente.importante para a Esquerda e o futuro, se por acaso não se importa
deixe o PS em paz mai-lo o costa e o seguro e façam alguma coisa por aquilo que tanto gosta a ESQUERDA
Deixe os mexericos tipo CM.
E vamos ao que interessa.

samuel disse...

Manuel Ramos:

Pois...

Olinda disse...

Fulano,Beltrano e Sicrano,rostos diferentes,a mesma polîtica.E anda tanta gente que gosta de ser encornada.A estupidez humana ê infinita,como dizia Einestein.

Um abraco

Reaça disse...

Quem fez a caricatura confundiu tudo, é que nenhum deles tem cabelo ruivo, ou então tem um terceiro desconhecido na história.

Anónimo disse...

São nazis

samuel disse...

Anónimo (09:29):

Safa!!! Não me parece que seja por aí! :-) :-)

Não tornemos o nazismo uma coisa vulgar, corriqueira e próxima... porque bem sabemos que não é assim.

Provoca-me disse...

O camarada vê as políticas do governo com certeza, e quem as defende e depois vai fazer pior, não é apenas fascista. É nazi tal como o Anónimo disse.

Vasco Reis disse...

Nazis? o pessoal gosta é disto,toma lá o pior e bota logo o que lhe vai na alma,NAZIS!São o que os católicos apelidam de pobres de espírito.
Não sabem o que foi o nazismo,ouviram por aí umas lérias,viram uns filmes,e toma lá Nazis.Não admira que venha os passos e os relvas e os lixem.

samuel disse...

Vasco Reis:

Como digo, pelos vistos não tanto quanto devia... os nomes "nazi", "fascista" e outros que tais, são materiais para utilizar com cuidado e muito raramente.

E, já agora, apenas quando se trate de nazis e fascistas, que diabo!!!

Na verdade, se chamarmos "serial-killer" ao vizinho que tropeçou num vaso e nos "matou" uma planta no patamar da escada... o que resta para chamar ao assassino que mata 30 pessoas de seguida?

Se chamarmos nazis ao Costa e ao Seguro... o que resta para chamar aos nazis? E que lhes chamaremos quando tivermos que colocar as diferenças sobre a mesa para discutir e negociar uma coligação autárquica, uma votação comum na Assembleia...

Contra mim falo, que não poucas vezes me excedo... mas nazis... francamente...

Custa-me sempre ver "desvalorizar" o horror do nazismo desta forma descuidada.

Provoca-me disse...

Quem apoia políticas que levam à morte de milhares de portugueses, ou à fome e miséria, são pois claro florzinhas de estufa. O melhor pobres democráticos.