segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

António Borges – Que diabo é que lhe aconteceu?




António Borges, lacaio do Goldman Sachs, o monstro financeiro que tem sido responsável pela ruína de milhões e milhões de seres humanos. António Borges, o escroque que todos os meses leva para casa uma quantidade indeterminada de milhares de euros, provenientes das negociatas e trafulhices mais diversas, incluindo alguns milhares sacados directamente aos nosso bolsos, dada a sua “colaboração” com o governo de Passos/Gaspar/Portas enquanto "consultor". Esse António Borges, o desavergonhado que tem, repetidamente, faltado ao mínimo de respeito que é devido aos portugueses, como quando produziu a frase que ilustra a fotografia... decidiu surpreender.
Perante uma piedosa plateia, daquelas atascadas em espírito “cristão”, resolveu bolsar umas frases sobre injustiças e equidade.
«É aqui que a crise é mais injusta e ao mesmo tempo mais penosa e leva mesmo a sentimentos mais profundos de revolta, que todos devemos sentir, porque não há uma distribuição equitativa das consequências e há mesmo muita impunidade»
«houve quem beneficiasse muito com esta política e não foram os mais pobres»
«nós vivemos demasiado agarrados a proteger o que já existe, a proteger as empresas, os grupos e os interesses corporativos e em resultado disto o Governo e as empresas andam sempre juntinhos. É a nossa tradição e isto é que eu acho que é a herança do doutor Salazar»
A coisa foi de tal modo que conseguiu “convencer” os jornais de que estava de facto a criticar o governo e a “defender os mais pobres”, ou a criticar, de facto, as “desigualdades na repartição dos sacrifícios”... como se pode ver por dois dos títulos.
Pessoalmente, não sei como explicar mais este surto de descaramento de António Borges.  
Foi atingido pelos vapores de “santidade” que emanavam da plateia?
Olhou, acidentalmente, para um recibo do seu vencimento, ou para um dos seus extractos bancários... e teve um epifania?
Foi apenas mais uma demonstração da acanalhada hipocrisia a que nos tem habituado?
Dúvidas, dúvidas, dúvidas... ...

9 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Cabe aqui perguntar a quais salários ele se refere. Penso que não será ao ordenado mínimo...
Tinha lógica que começasse pelo seu próprio salário e de seguida pelo de tantos altos dirigentes colocados politicamente nos cargos mais altos da nação.
Certamente em meio da tabela já tinha todo o trabalho feito, mas infelizmente a moralidade deles é zero e as suas conversas são apenas isso - exploração dos mais pobres e oprimidos.

Graciete Rietsch disse...

Não tenho muitas dúvidas. Foi um balão de oxigénio para apaziguar um pouco o descontentamento.E as pessoas, mal esclarecidas pela maldita comunicação social e a caridadezinha ou, talvez, à espera do céu, lá vão aguentando até ao dia em que já não seja possível acreditar mais.

Um beijo.

São disse...

Estou boquiaberta !!

Se houvesse um Óscar para a desfaçatez e para a hipocrisia , iria directo para este canalha, sem sombra de dúvida.

Se alguém se deixou convencer (!!) é porque a inteligência está pelas ruas da amargura...

Boa semana para vós.

Mar Arável disse...

Um tartufo encartado

Anónimo disse...

Vários laranjas, com poderio, vão-se dando ao luxo (divertidos) de fazer este papel, de pseudo - amnésia, a começar por Cavaco, como se fossem bipolares.O abencerragem, que veio do Canadá, o anão mental MM, o prof. Marcelino (ou é Marcolino)? Todos esses sacanóides, andam a gozar, com o pagode, displicentes,cretinóides, inqualificáveis...

augusta disse...

Vejam bem! Falinhas mansas… pés de veludo… E as posições que assumiu publicamente desde que se tornou consultor do Governo?
Não bate mesmo a nova letra com a careta!

No pódio (da hipocrisia, do oportunismo, da falsidade, ...) ocupa (com outros) o lugar primeiro!

“No país da verborreia
Uma brilhante carreira
Dá produto todo o ano”

O canalha (mais um), até na arte de bem querer enganar, há muito está feito!

Antuã disse...


Os ladrões têm cá um paleio!...

Olinda disse...

Demonstra que tem na manga,um discurso apropriado para cada plateia.Enganem-me que eu gosto!!!!!!!!!!

Um abraco

Anónimo disse...

Este ganha o prémio da hipocrisia, da canalhice! Outro que podia ir para bem longe e enganar a "mãezinha" dele!!!...
Vicky