quarta-feira, 15 de maio de 2013

Cavaco e Fátima – Uma "explicação" alternativa...


Depois de várias horas de polémica e, sobretudo, grande gozo com a figura tristemente ridícula feita por Aníbal Cavaco Silva ao dizer que a sétima avaliação da troica foi uma «inspiração» da “senhora de Fátima”, começo a achar (e bem ralado fico com isso!) que estou de acordo com ele.
Na verdade, quem nos garante que a “senhora de Fátima” não acordou com um forte ataque de “TPM” (sim, as virgens também têm!) e, do alto do seu altar e da sua irritação dolorida, vendo toda aquela gente que vai de rastos para a Cova da Iria, mais os largos milhares que, mesmo não indo de rastos para a Cova da Iria, também não fazem nada para tomar o futuro nas suas mãos, para mudar de vida, de governo, de política... e votam sempre nos mesmos que os massacram há décadas, ou nem votam... não pensou na sua “santa” cabeça:
“Ora tomem lá com mais uma avaliação da troica que vos ponha ainda mais dependentes dos ocupantes e da banca internacional, a levarem com mais cortes nas pensões, mais aumentos nas taxas da saúde, mais cortes no ensino, mais recessão, mais anos de trabalho, mais desemprego, mais emigração... que é para aprenderem!!!”
Quem sabe? Quem sabe se, desta vez, Cavaco está cheio de razão?!
Adenda: Antes de começar a ter comentários sobre a minha falta de respeito pela fé das pessoas, com que não deveria brincar, esclareço já que, parafraseando o grande Paulo Portas, há uma “fronteira” que não estou disposto a passar, fronteira que separa a religiosidade das pessoas, seja ela mais ou menos sã, religiosidade que, geralmente, respeito... e a gigantesca negociata, fraude política e fraude religiosa montada em Fátima no ano de 1917.

10 comentários:

Luís disse...

A verdade é que as declarações do Presidente da República devem ter causado mau estar no governo: afinal os resultados "positivos" da avaliação são obra da Senhora de Fátima ou do Senhor Gaspar?!
Um abraço de Fátima

Maria disse...

A tua 'adenda' diz e explica tudo o resto...

Abreijos.

Antuã disse...

É só chupar, quer em Fátima quer em Belém.

trepadeira disse...

Religião e água benta cada qual tome a que quer,não,não há milagres,ou os corremos,ou nos triokam.

Abraço,
mário

Olinda disse...

O Belenqueime,ou tâ senil,ou jâ nao diz coisa com coisa.(Se bem,que sempre meteu os pês pelas maos,em termos de inteligencia polîtica).

Um abraco

Anónimo disse...

Insanidade! Não é preciso dizer mais.
Vicky

ferroadas disse...

O homem esqueceu-se da medicação diária, ou então "aquilo" é falta de sexo.

Abraço

Graça Sampaio disse...

Cantigueiro, gosto especialmente da sua Adenda! Muito bem!

Este Cavaco só à paulada!!!

CARVALHO disse...

CONCORDO SOBRE O QUE DIZES SOBRE CAVACO.

MAS NÃO BRINQUES OU GOZES COM FATIMA, RESPEITA OS CRENTES, PORQUE TU ÉS NADA...


samuel disse...

Carvalho:

Primeira sugestão: aprenda a ler o que está escrito antes de comentar.Teria visto que eu disse respeitar a fé de cada um... mas não me peça para respeitar um dos maiores embustes da História portuguesa, a fraude de Fátima.

Segunda sugestão: não escreva em maiúsculas. É uma "gritaria" sem sentido... para além de ser muito irritante. Na "net" é bastante mal aceite...

E, já agora... quem é você para dizer que eu sou nada? Acha-se deus? Eu como não acredito em deuses, acho que o homem é tudo. Paciência!... :-) :-)

Saudações