sexta-feira, 17 de maio de 2013

Mudar – Um acto de coragem!


O comissário europeu Lászlór Andor descobriu a pólvora! Diz o génio que uma forma de os trabalhadores contornarem o fenómeno do desemprego nos seus países... é estarem dispostos a ir trabalhar para outro país onde a sua força de trabalho seja necessária.
Feita esta espantosa revelação, em milhares de casas portuguesas há milhares e milhares de pessoas absolutamente estupefactas. Nunca ninguém tinha, até hoje, pensado nessa possibilidade. Quem haveria de imaginar que os milhões de portugueses que, ao longo de décadas e décadas, têm demandado o Brasil, o Canadá, os EUA, a França, a Alemanha, a Suíça, o Luxemburgo, etc., etc, divertindo-se como loucos no seu papel de turistas... poderiam ter aproveitado as estadias nesses países para trabalhar!!!
Agora a sério, também acho importante que, perante a penúria, a fome, ou simplesmente a total falta de horizontes e perspectivas de um futuro, muitos portugueses, para salvar as suas vidas e a das suas famílias, tenham a força e a coragem de mudar de país.
Claro que – mas isso é cá uma coisa minha – mantenho a esperança de que um número ainda muito maior de portugueses tenha a força e a coragem de mudar o país!

10 comentários:

Maria disse...

Também espero. Porque continuo a acreditar. Sempre!

Abraço

Anónimo disse...

Lutemos para que deixemos de ser marionetes. Dia 31 de Maio todos a Lisboa e saibemos dizer NÃO A ESTE TERRORISMO SOCIAL!
Vicky

Anónimo disse...

Ai, desculpem! VAMOS TODOS NO DIA 25 DE MAIO, A LISBOA E EM BELEM DIZERMOS BEM ALTO " BASTA! GOVERNO RUA!" e, assim defendermos a Constituição e combatermos a ofensiva contra as Funções Sociais do Estado.
Vicky

Graciete Rietsch disse...

Espero que sim!!! Entretanto, em vez de andarem a gozar os rendimentos do desemprego, das pensões de miséria, da caridadezinha, dos parcos apoios sociais... porque não se unem para fazer renascer a escravatura em Portugal? Ao menos contribuir para o seu aumento!!!!!

Um beijo.

trepadeira disse...

Também mantenho a esperança e a força,vamos começar por Belém já no dia 25.

Abraço,
mário

Medronheiro disse...

Cortar a cabeça ao comissário ajuda a resolver o problema.

pintassilgo disse...

Comecemos por bElém que é umrico sítio para correr com esta gente.

Em Soares eu Creio os ministros que Abril nos deu são piores que Hitler e Mussolini ou agente leu mal? disse...

se não mudou em 39 anos vai mudar em 3 meses?
claro mudar o país
mas mudá-lo para onde....tá tude ocupado
e metê-lo na água e esperar que afunde não dá..

mudar um país de fraldas velhas?

Olinda disse...

Plenamente de acordo.Mais importante que mudar de Paîs,ê mudar o Paîs.Assim o povo o queira.

Um abraco

cristiana silva disse...

Mudar de direcção,mudar de rumo,quem nos dera a nós que este país de portugal parasse de estar em crise mas parece-me que essa tarefa está cada vez mais dificil de concretizar,mesmo assim,eu continuo a acreditar que poderiamos viver num mundo melhor.