quinta-feira, 2 de maio de 2013

Idade da reforma – Mais uma ideia agarotada...


Diz Durão Barroso, o inútil oportunista que abandonou os que o tinham elegido para se aboletar com um cargo mais “bem pago” e muito mais “vistoso”, na Comissão Europeia... que «quer urgência para combater desemprego jovem».
Se realmente quer... quer muito bem! Agora bem podia trocar umas impressões sobre o assunto com os garotos* do seu próprio partido que, por cá, querem impor o aumento da idade da reforma, uma ideia que para além de «injusta», como muito bem lhe chama Arménio Carlos, ou de ser economicamente inútil, vai ter vários resultados, quase todos prejudiciais aos trabalhadores, à economia, até às empresas... sendo que um desses resultados será precisamente o considerável aumento do desemprego jovem.
* Sei bem que vários dos governantes actuais não têm já idade para serem apelidados de garotos... mas este meu “garotos” não remete para a idade.

É mesmo um adjectivo/insulto!

8 comentários:

Jose Rodrigues disse...

Estes "putos" do governo são um bando de ladrões à solta,a roubar quem trabalha para encher os cofres dos capitalistas de casino!São chulos.Há-de chegar o dia das surpresas...

Abraço

Zé Povinho disse...

Na minha terra diz-se "canalha" e pelos vistos é uma palavra concordante com as asneiras que fazem.
Abraço do Zé

Graça Sampaio disse...

E insulta muito bem! Uns escuteirinhos sa treta que só me lembram a juventude hitleriana. Não sei porquê!

FllorBella disse...

Eu que até sou educada e ensino outros a serem-no, apetecia-me imenso agora ser mesmo muito mal educada.

Olinda disse...

Chamar "garotos" a infames meliantes,ê suave.Eu nem tenho adjectivos para esta corja.E ,este povo que nao descola a pestana.Deve ser alguma psicopatia-sado-compulsiva.

Um abraco

Antuã disse...


Eles, com o ataque aos serviços de saúde, querem matar as pessoas antes que cheguem à idade da reforma.

Graciete Rietsch disse...

Garotos é mesmo um insulto quando o termo é aplicado a essa gente.
Para onde irão os nossos Garotos, a nossa juventude, com estes outros "garotos" à solta?
Será que eles, os nossos jovens, se vão apercebendo disso?

Um beijo.

Natalia Nuno disse...

São uns sem vergonha, roubam a torto e a direito, é tudo uma fantochada, só oplham a o próprio umbigo, não se preocupam com os que já nada têm.
O Povo não se une e esse é o mal.

Para o que havíamos de estar guardados nós os reformados.